ANÁLISE

Indicações ao Globo de Ouro e Critics Choice: veja as séries mais cotadas

O Diário de Séries apresenta quais atrações estão na briga pelos prêmios
DIVULGAÇÃO/AMC/HULU/HBO
Rhea Seehorn em Better Call Saul (à esq.), Jeremy Allen White em O Urso e Aubrey Plaza em The White Lotus
Rhea Seehorn em Better Call Saul (à esq.), Jeremy Allen White em O Urso e Aubrey Plaza em The White Lotus

O circuito de premiações hollywoodianas entra em uma semana decisiva. Nos próximos sete dias, vão ser conhecidos os indicados ao Globo de Ouro e Critics Choice, com esta última revelando os concorrentes na terça-feira (6); a vez do Globo de Ouro será dia 12. Em preparação ao que vem por aí, o Diário de Séries apresenta quais são as séries mais cotadas para estarem na disputa nas principais categorias: melhor drama, melhor comédia e melhor minissérie.

Após uma crise de imagem e ética, o Globo de Ouro perdeu um pouco do prestígio desfrutado em Hollywood. Assim o Critics Choice faz de tudo para se aproveitar da situação e tenta roubar o posto de segunda premiação mais importante das séries, atrás somente do Emmy.

Ambas as cerimônias são similares, organizadas por associações de jornalistas. Uma tenta mostrar que é mais relevante e inclusiva do que a outra. Há uma diferença importante entre elas e que vale ser levada em consideração aqui: o Globo de Ouro tem por tradição dispor cinco vagas por categoria; já o Critics tem um leque maior, abrindo oito vagas para as disputas das melhores séries.

Confira abaixo uma análise das atrações favoritas e aquelas com grandes chances de estarem nas duas premiações:

A atriz Milly Alcock em A Casa do Dragão
A atriz Milly Alcock em A Casa do Dragão

Melhor drama

Favoritos
A Casa do Dragão (HBO)
Better Call Saul (Netflix, no Brasil)
Pachinko (Apple TV+)
Ruptura (Apple TV+)
The Crown (Netflix)

Grandes chances
Andor (Disney+)
Euphoria (HBO)
Ozark (Netflix)
The Boys (Prime Video)
The Handmaid’s Tale (Paramount+)
Yellowstone (Paramount+)

Embora tenha entregue uma (quinta) temporada abaixo da média, The Crown deve aparecer no Globo de Ouro: concorreu pelas outras quatro levas, vencendo duas vezes. Como o Critics tem mais vagas, também deve beliscar uma indicação por lá, premiação na qual também foi indicada pelas quatro temporadas anteriores, vencendo uma vez a categoria de melhor drama.

No embalo de reconhecer séries de língua não inglesa, como ocorreu com Round 6 no circuito do ano passado, as premiações agora devem estender o tapete para Pachinko, drama de altíssimo nível do Apple TV+ que já tem uma vitória neste ano, o de série revelação do ano no Gotham Awards.

A Casa do Dragão, spin-off de Game of Thrones, tem quase uma indicação garantida, assim como a sensação Ruptura. Vale ficar de olho em Better Call Saul, com os últimos episódios da série, e The Handmaid’s Tale, cuja temporada mais recente (quinta) recuperou a pegada da trama do auge apresentado lá no início.

Martin Short (à esq), Selena Gomez e Steve Martin em Only Murders in the Building
Martin Short (à esq), Selena Gomez e Steve Martin em Only Murders in the Building

Melhor comédia

Favoritas
Abbott Elementary (Star+)
Barry (HBO)
Hacks (HBO Max)
O Urso (Star+)
Only Murders in the Building (Star+)

Grandes chances
Depois da Festa (Apple TV+)
Reboot (Star+)
Reservation Dogs (Star+)
The Marvelous Mrs. Maisel (Prime Video)
Wandinha (Netflix)
What We Do in the Shadows (Star+)

Entre as comédia está a série que mais chamou a atenção em 2022: O Urso (The Bear). Embora tenha lá seus tons de dramaticidade, a atração vai estar na disputa como comédia. Tem até quem a coloca como favorita para ganhar as premiações.

As maiores rivais dela são duas queridinhas da crítica, Barry e Hacks, mesmo estando longe de empolgar. Nessa corrida, vale destacar duas comédias propriamente ditas, que fazem rir e disparam piadas cheias de ironia: Abbott Elementary e Only Murders in the Building.

Reboot, uma das melhores séries de humor deste ano, tem de ser mencionada, no mínimo. Já a veterana e multipremiada The Marvelous Mrs. Maisel não diminuiu de ritmo na ótima quarta temporada. Wandinha pode surpreender, mais por ter sido exaltada recentemente pelo público do que pela qualidade da trama.

Paul Walter Hauser em Black Bird
Paul Walter Hauser em Black Bird

Melhor minissérie

Favoritas
Black Bird (Apple TV+)
Pam & Tommy (Star+)
The Dropout (Star+)
The Offer (Paramount+)
The White Lotus: Sicília (HBO)

Grandes chances
A Escada (HBO Max)
Bem-Vindos ao Clube da Sedução (Star+)
Dahmer: Um Canibal Americano (Netflix)
Em Nome do Céu (Star+)
Estação Onze (HBO Max)
Inventando Anna (Netflix)
O Paciente (Star+)

Premiações adoram séries que falam da indústria do entretenimento. Por isso, não será nenhuma surpresa se The Offer, que mostrou como o filme O Poderoso Chefão (1972) foi feito, ser indicada, principalmente no Globo de Ouro.

Hit da HBO, The White Lotus é quase unanimidade e não deve ficar de fora, flertando até com uma possível vitória. No caminho dela estão a tecnicamente bem executada The Dropout, com Amanda Seyfried arrebentando, e a quase documental Pam & Tommy.

Pouco presente na boca do povo, mas elogiada pela crítica, Black Bird é uma concorrente forte, outro drama impecável da Apple. Dahmer: Um Canibal Americano não tem nível de premiação de melhor minissérie, porém pode ser carregada pela atuação ímpar de Evan Peters.


Acompanhe o Diário de Séries no Google News.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!