CULTURA

De boate Kiss a Daisy Jones: séries impulsionam venda de livros no Brasil

Atrações da Netflix e Prime Video recolocaram obras homônimas entre as mais vendidas
REPRODUÇÃO
Capas dos livros Todo Dia a Mesma Noite e Daisy Jones & The Six
Capas dos livros Todo Dia a Mesma Noite e Daisy Jones & The Six

As séries Daisy Jones & The Six (a ser lançada no Prime Video) e Todo Dia a Mesma Noite (disponível na Netflix) impulsionaram a venda de livros no Brasil. As obras que servem de base para ambas as atrações estão presentes no cobiçado ranking Os Mais Vendidos, da revista Veja. As duas publicações retornaram à lista nesta semana.

Drama nacional da Netflix lançado no último dia 25, Todo Dia a Mesma Noite carregou para a TV o nome do livro de Daniela Arbex sobre a tragédia da boate Kiss, ocorrida há 10 anos. A obra reconstrói os eventos da madrugada de 27 de janeiro de 2013, quando a cidade de Santa Maria perdeu de uma só vez 242 vidas no incêndio criminoso que tomou conta da casa noturna. 

No ranking desta semana da revista Veja, Todo Dia a Mesma Noite ocupa a quarta colocação entre os livros de não ficção. A publicação é da editora Intrínseca.

Leia estes cinco livros antes de virarem séries

Enquanto isso, Daisy Jones & The Six (Editora Paralela), de Taylor Jenkins Reid, voltou aos Mais Vendidos no terceiro lugar, entre os livros de ficção. O best-seller internacional foi adaptado como minissérie no Prime Video e está programado para estrear em 3 de março. Nos últimos dias, o streaming da Amazon tem feito um marketing pesado para promover o drama e colhe os resultados.

A atriz Riley Keough (The Girlfriend Experience, A Lista Terminal), neta de Elvis Presley, é a protagonista. A narrativa aborda a trajetória da banda ficcional Daisy Jones & The Six. Há meio século, o grupo dominava as paradas de sucesso, fazia shows para plateias lotadas e conquistava milhões de fãs. O grupo era a voz de uma geração. E a líder Daisy (Riley) servia de inspiração da juventude. Mas em 12 de julho de 1979, eles se separaram. E ninguém nunca soube por quê. Até agora.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!