MERCADO

CEO da NBC confirma ideia de reduzir horário nobre: ‘realocação de recursos’

Caso o plano seja executado, séries como Chicago P.D. ficarão em xeque
DIVULGAÇÃO/NBC
Jesse Lee Soffer na 10ª temporada de Chicago P.D.
Jesse Lee Soffer na 10ª temporada de Chicago P.D.

O CEO (diretor executivo) da NBCUniversal, Jeff Shell, falou que há sim estudos sobre uma possível redução do horário nobre da rede NBC, decisão que afetaria a produção de séries. Em entrevista concedida nesta terça-feira (4) no canal de finanças da casa, o CNBC, o executivo disse que está estudando uma “realocação de recursos”. Ou seja, ao invés de gastar dinheiro na programação da TV aberta, o streaming (Peacock) seria agraciado com um investimento extra.

Jeff Shell confirmou informações publicadas pelo jornal The Wall Street Journal, em agosto. O plano seria tirar uma hora do horário nobre, das 22h às 23h, da rede nacional e entregá-la para as afiliadas. Assim, a NBC teria apenas duas horas para exibir séries e outras atrações de entretenimento de segunda a quinta, na faixa noturna. 

A análise dessa estratégia deve ser concluída nesta temporada e, caso aprovada, entrará em vigor no segundo semestre do ano que vem. Dessa forma, a NBC teria de definir o que fazer com as séries que atualmente são exibidas a partir das 22h.

Atrações importantes ocupam atualmente esse pedaço. Na atual fall season, principal temporada de lançamentos de séries iniciada em setembro, estas são as produções que entram no ao ar nesse horário: Quantum Leap (segunda), New Amsterdam (terça), Chicago P.D. (quarta) e Law & Order: Organized Crime (quinta).

Uma verdadeira dança das cadeiras entraria em cena, acabando com a noite dedicada a duas franquias, com três séries exibidas na sequência: Chicago (quarta) e Law & Order (quinta). No manejo, com certeza atrações vão sair da grade da NBC. 

Como dito por Jeff Shell na entrevista, o conglomerado NBCUniversal está cada vez mais voltado ao streaming. Logo, a plataforma Peacock poderia ser o destino de séries canceladas na NBC.

Isso ocorreu com a novela Days of Our Lives. Após 57 anos ininterruptos ocupando a faixa vespertina da NBC, o folhetim passou a ser exclusivo do Peacock. Se a plataforma não existisse, a novela seria cancelada. 

O CEO apontou que cada vez mais a audiência está diminuindo na TV aberta. Retirar a faixa mais tarde do horário nobre, que nos Estados Unidos vai das 20h às 23, seria até uma solução inteligente do ponto de vista prático, para satisfazer os investidores.

E isso foi o que Shell reiterou várias vezes, a importância de manter um negócio (de fazer TV) saudável financeiramente, investindo onde o retorno pode ser maior.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!