FIM ABRUPTO

Cemitério de séries: os 7 cancelamentos mais injustos e doloridos de 2023

Produções de qualidade como Periféricos e Rabbit Hole não passaram de ano
DIVULGAÇÃO/PRIME VIDEO/PARAMOUNT
Chloë Grace Moretz em Periféricos; Kiefer Sutherland em Rabbit Hole
Chloë Grace Moretz em Periféricos; Kiefer Sutherland em Rabbit Hole

Qual cancelamento de série foi mais injusto para você neste ano? Por mais que fatores extracampo sejam compreensíveis, como fechar no azul a conta audiência-custo de produção, muitas atrações mereciam um destino melhor do que o fim abrupto decretado, ao menos mais uma chance para tentar se redimir. Foram para o saco desde dramas refinados tipo belas artes até comédias elogiadas e divertidíssimas.

O Diário de Séries lista sete séries que tiveram os cancelamentos mais injustos e doloridos de 2023. Confira:

Sam Richardson com Zoë Chao na 2ª temporada de Depois da Festa
Sam Richardson com Zoë Chao na 2ª temporada de Depois da Festa

Depois da Festa (Apple TV+)
É claro que a segunda temporada de Depois da Festa foi bastante ruim, bem abaixo da primeira leva, que por sinal foi indicada ao Emmy de melhor comédia. Contudo, o cancelamento pareceu ser uma decisão um tanto quanto brusca. Valeria, no mínimo, mais uma encomenda de temporada para tentar recuperar a magia perdida. 

O streaming da maçã desistiu da série, mas a Sony, produtora de Depois da Festa, ainda está com sua barraquinha no mercado de Hollywood em busca de alguém interessado em dar uma nova chance.

Quincy Isaiah (camisa 32) com Adrien Brody em Lakers: Hora de Vencer
Quincy Isaiah (camisa 32) com Adrien Brody em Lakers: Hora de Vencer

Lakers: Hora de Vencer (HBO)
A HBO se gaba de conseguir manter no ar produções de alto nível, flertando com estilo das belas artes, mesmo que não gere audiência que justifique o elevado investimento. Porém, há situações que nem o melhor contador da praça consegue resolver. Lakers: Hora de Vencer caiu na malha fina e não passou no teste da fórmula audiência-custo de produção.

Muito detalhista e inovadora, Lakers: Hora de Vencer era um produto com a cara da HBO. Pena que o financeiro prevaleceu e o término chegou antes do esperado. Até os produtores da série previram que o fim estava próximo. Durante as gravações da segunda (e última) temporada, eles fizeram um desfecho alternativo para a trama não acabar com um final em aberto.

Chloë Grace Moretz em cena de Periféricos
Chloë Grace Moretz em cena de Periféricos

Periféricos (Prime Video)
Com a assinatura dos produtores-executivos Lisa Joy e Jonathan Nolan, criadores de Westworld, a série Periféricos foi protagonista de um fenômeno recente em Hollywood: cancelamento após anúncio oficial de renovação.

Tudo por causa da greve dupla, de atores e roteiristas, que paralisou Hollywood durante seis meses. O Prime Video, que renovou Periféricos para a segunda temporada em fevereiro, foi forçado a bater o martelo do cancelamento, em agosto. Isso por conta do atraso que a nova leva de episódios teria, consequência dessas paralisações. Assim, a boa ficção científica foi arremessada no lixo.

Matthew Rhys na 2ª temporada de Perry Mason
Matthew Rhys na 2ª temporada de Perry Mason

Perry Mason (HBO)
Eternamente marcada pelo slogan de ser mais do que TV, a HBO tem um nome a zelar. Grife na indústria do entretenimento, o canal premium é reconhecido por produzir tramas de excelente qualidade. Entretanto, decisões recentes colocaram esse prestígio em xeque. Qual é a mensagem passada ao assinante depois do doloroso cancelamento de Perry Mason e a aprovação da indigesta The Idol?

O refinado drama jurídico de época caiu na vala do cancelamento de forma inexplicável. Assim como a situação de Lakers: Hora de Vencer, a HBO deveria seguir com Perry Mason, outra série refinada, mesmo sem audiência estrondosa. Que essa conta seja fechada por hits como The Last of Us e A Casa do Dragão. O assinante do canal perdeu uma verdadeira atração premium.

Kiefer Sutherland em cena de Rabbit Hole
Kiefer Sutherland em cena de Rabbit Hole

Rabbit Hole (Paramount+)
Não fez sentido o streaming da montanha ter cancelado a boa Rabbitt Hole. O drama de espionagem estrelado por Kiefer Sutherland não foi um primor, mas esteve longe do desastre. O ator, que meses antes do cancelamento criticou o silêncio do grupo Paramount em relação ao futuro da trama, se seria renovada ou não, demonstrou vontade de voltar para uma segunda temporada.

Assim, o catálogo modesto do Paramount+ ficou mais fino, ao mesmo tempo em que o preço da mensalidade subiu…

Rachel Bloom em cena da comédia Reboot
Rachel Bloom em cena da comédia Reboot

Reboot (Star+)
O criador de Reboot, Steve Levitan (o mesmo de Modern Family), até tentou encontrar outra vitrine após a plataforma Hulu cancelar a hilária comédia. Não rolou. O fim definitivo foi decretado, dando-se assim o adeus a uma atração bastante inteligente e engraçada sobre os bastidores da TV, mais especificamente de uma série.

A segunda temporada da comédia estava no estágio de roteirização quando a Hulu anunciou o cancelamento. Alguns episódios tinham sido finalizados. Causou bastante estranheza o término repentino de Reboot, afinal trata-se de série duas vezes indicada ao Critics Choice.

Octavia Spencer na série Truth Be Told
Octavia Spencer na série Truth Be Told

Truth Be Told (Apple TV+)
Combinando a febre de true crime e podcasts, Truth Be Told entregou três temporadas sólidas para o Apple TV+, todas estreladas pela formidável Octavia Spencer, que a cada leva tentava desvendar um mistério diferente na pele da jornalista Poppy.

Acontece que a série não escapou da faxina radical que o streaming da maçã fez neste ano. Apesar dos pesares, Truth Be Told não deixa de ser uma série imperdível, pois suas três tramas são muito bem contadas. Merecia seguir em frente.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!