VOLUNTÁRIA

Atriz salva The Walking Dead no final ao sugerir morte surpresa; entenda

Drama zumbi lançou o último episódio no domingo (20)
DIVULGAÇÃO/AMC
Cailey Fleming no último episódio de The Walking Dead
Cailey Fleming no último episódio de The Walking Dead

A série The Walking Dead caminhava para um final sem grandes surpresas no quesito morte de personagens relevantes, isso por causa de anúncios prévios de spin-offs que foram verdadeiros spoilers. O público sabia que os quatro principais nomes da série iriam sobreviver ao fim da trama. Apesar dos pesares, o último capítulo, exibido ontem (20), contou com uma despedida dolorosa e significativa, mas apenas porque uma atriz se sacrificou.

[Atenção: spoilers a seguir]
Trabalhando com o mantra “é o que quem para hoje”, The Walking Dead precisou se contentar com um choque nem tão impactante como esperado no episódio final. A atriz Christian Serratos, na pele de Rosita desde a quarta temporada (129 episódios no total), se ofereceu para o sacrifício e salvou o drama zumbi. Isso porque acabou sendo uma morte simbólica e necessária para amarrar o laço da narrativa.

Antes de morrer, após ser mordida por zumbi, Rosita fechou o arco heroico dela, salvando a filha e escapando de uma horda de mortos-vivos de forma inacreditável. Angela Kang, a showrunner de The Walking Dead, levantou as mãos para o céu e agradeceu a iniciativa de Christian se colocar à disposição para Rosita morrer no final.

Em entrevista ao site TVLine, Angela revelou que foi a atriz que se voluntariou para o sacrifício. “Eu estava conversando com ela sobre nossos planos para o fim e cheguei a fazer uma piada sobre mortes e tal… a menos que as pessoas quisessem se voluntariar.”, contou a roteirista.

Angela estava praticamente de mãos atadas. O anúncio de dois spin-offs de The Walking Dead, todos se passando no futuro, minou o elemento da surpresa, pois eles terão o protagonismo de Maggie (Lauren Cohan), Daryl (Norman Reedus) e Negan (Jeffrey Dean Morgan); Carol (Melissa McBride) inicialmente faria dobradinha com Daryl em uma das tramas filhotes.

Christian Serratos na 11ª temporada de The Walking Dead
Christian Serratos na 11ª temporada de The Walking Dead

Ou seja, ninguém desse quarteto morreria em The Walking Dead. Angela precisava de alguma coisa bombástica para o final. Daí veio Christian salvando o dia. “Ela me disse: ‘Você está aberta à possibilidade de Rosita morrer no último episódio?’”, falou Angela. 

“Em seguida”, continuou a showrunner, “Ela [Christian] defendeu um argumento realmente apaixonado e justo sobre como ela sentia que aquilo era a escolha certa para a história de Rosita, como ela faria qualquer coisa por sua filha.”

Angela, então, apresentou esse plano para a diretoria do canal AMC, que produz e exibe The Walking Dead nos Estados Unidos, assim como para Scott Gimple, o chefe de conteúdo da franquia zumbi. Todo mundo concordou. E acabou que, de fato, foi uma despedida bonita, emotiva e que a história da série precisava contar.

The Walking Dead está completa, com as 11 temporadas, disponível no Star+.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!