NOVA CASA

Canal dos EUA resgata Uncoupled (ex-Netflix) e promete cenas mais picantes

A 2ª temporada da comédia deve chegar ao Brasil pelo Paramount+.
DIVULGAÇÃO/NETFLIX
Neil Patrick Harris em cena da comédia Uncoupled
Neil Patrick Harris em cena da comédia Uncoupled

O canal americano Showtime, do conglomerado Paramount Global, resgatou Uncoupled, comédia cancelada pela Netflix há um mês. A segunda temporada da série já foi encomendada, e a promessa é que os novos episódios venham com cenas mais picantes e provocantes, seguindo a linha histórica do canal cuja boa parcela de atrações têm alto teor erótico e sexual: The L Word, Queer as Folk, Masters of Sex, e por aí vai.

Os bastidores desse resgate foram bem movimentados. O primeiro facilitador foi o fato de Uncoupled ser uma produção da MTV Entertainment Studios, integrante do Paramount Global. Soma-se a isso a situação de Darren Star, um dos criadores de Uncoupled que tem contrato de prioridade com o grupo Paramount.

A curiosidade desse emaranhado é que Emily em Paris, um dos maiores sucessos da história da Netflix, também é feita pela MTV e é criação de Darren Star. Nesse caso, como é óbvio, a gigante do streaming investe pesado e está para lá de contente com a comédia, indicada ao Emmy. Por sua vez, Uncoupled flopou na plataforma, não atingindo o sucesso esperado, e foi exterminada.

O detalhe é que por mais que Uncoupled não tenha sido um estouro, a atração romântica conquistou uma base de fãs sólida. E é nisso que o Showtime aposta. O canal está passando por uma reformulação grande, sendo agora um puxadinho do streaming Paramount+. Nesse balanço, Uncoupled se encaixa na linha de shows rotulada de Cultura Urbana, nicho que o canal continuará investindo.

Isso leva a crer que a segunda temporada da série deve ser lançada no Brasil pelo Paramount+.

Paralelamente a essa negociação, outra produção trocou de casa, fazendo o caminho inverso. A Netflix comprou Ripley, quase totalmente pronta, do Showtime. O drama, estrelado por Andrew Scott, o padre gato de Fleabag, saiu dos planos do canal e interessou a gigante do streaming.

A narrativa de Uncoupled acompanha os passos de Michael Lawson (Neil Patrick Harris), que tinha o que poderia ser considerado de vida perfeita. Afinal, ele era um corretor de sucesso em Nova York, com uma bela carreira, uma família que o apoiava, ótimos amigos e um relacionamento de 17 anos com o marido, Colin (Tuc Watkins). 

Por isso, quando Colin simplesmente foi embora na véspera do aniversário de 50 anos, Michael ficou sem chão. Da noite para o dia, ele passou a enfrentar dois pesadelos: perder sua alma gêmea de repente e encarar a vida de solteiro, gay e quarentão em Nova York.

O site Deadline foi o primeiro a noticiar o resgate de Uncoupled.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!