NO RETURN

Não pule! Vibrante vinheta de abertura de Yellowjackets é cheia de pistas

Música feita só para a série foi gravada, em versão estendida, por Alanis Morissette
REPRODUÇÃO/SHOWTIME
Trechos da vinheta de abertura de Yellowjackets
Trechos da vinheta de abertura de Yellowjackets

A Netflix lança, na sexta-feira (15), uma série que tem tudo para virar a nova sensação. Sucesso nos Estados Unidos como atração do canal Showtime, e disponível no Brasil no streaming Paramount+, o drama Yellowjackets fisga o telespectador logo na vinheta de abertura, um dos trabalhos mais originais dos últimos tempos. Faça um favor a si mesmo e nunca aperte o botão “pular abertura” dessa série.

Com vibe pulsante dos anos 1990 (parte da história se passa nessa década) e look de VHS, a vinheta psicodélica esquenta o público para entrar no clima da trama, como um lutador de boxe prestes a pisar no ringue, turbinado por uma música estimulante.

Tudo ali é valioso, desde as dicas que aparecem em flashes até a vibrante canção, que de tão boa parece ser fruto de uma das grandes bandas de rock alternativo dos anos 1990. Mas não, é uma criação original feita exclusivamente para a série.

A dupla Craig Wedren e Anna Waronker, que tocam rock em suas respectivas bandas, fizeram a música No Return que embala a vinheta de Yellowjackets. O vocal é sombrio, tem sons assustadores, órgão tocando ao fundo, pegada hardcore, letra rebelde, barulhos esquisitos… É como se o Radiohead se juntasse a David Bowie para fazer uma composição.

No Return fez tanto sucesso que o público pediu uma versão de álbum/rádio, indo além dos quase dois minutos da abertura. Mas a dupla se negou, pois a canção é original para caber nesse espaço de tempo, com temática voltada à narrativa, sem ter a necessidade de esticá-la.

Essa missão ficou com a lendária cantora Alanis Morissette. Um dos maiores nomes do rock alternativo, a canadense gravou uma versão estendida de No Return, com 3 minutos de duração, inserindo alguns versos a mais. A versão de Alanis, disponível nas plataformas de áudio online, apareceu só uma vez na abertura de Yellowjackets (quarto episódio da segunda temporada).

De cara, as imagens da vinheta não dizem muita coisa. Entretanto, com o passar dos episódios, o espectador mais atento irá conseguir pegar uma pista aqui e ali, juntando assim peças para entender o todo da história.

Veja a vinheta de abertura de Yellowjackets:

A trama de Yellowjackets

Yellowjackets conta a história de mulheres unidas por um segredo. A narrativa tem duas linhas do tempo. Em 1996, um time de futebol feminino escolar estava a caminho do torneio nacional dos EUA. Quando sobrevoavam uma floresta densa, o avião caiu.

Em 2021, as sobreviventes do acidente administram as respectivas vidas como podem, mas o passado está na cola. Afinal, algo aconteceu naquela floresta que as unem eternamente. Foram 19 meses no meio do nada antes do resgate chegar. Qual segredo elas guardam daquele período? Como escaparam com vida mesmo sem recursos e mantimentos?

Pelas duas temporadas, Yellowjackets emplacou dez indicações ao Emmy (zero vitória). Três delas estão pendentes, do Oscar da TV de 2023, a ser realizado em janeiro: escalação de elenco, atriz de drama (Melanie Lynskey) e melhor drama.

Além de Melanie Lynskey (a eterna Rose de Two and a Half Men), o elenco conta com Jasmin Savoy Brown (The Leftovers), Christina Ricci (Wandinha), Juliette Lewis (Secrets and Lies), Liv Hewson (Santa Clarita Diet), Lauren Ambrose (A Sete Palmos) e o canadense-brasileiro Kevin Alves.

Yellowjackets não vai deixar o Paramount+, sendo lá o caminho para acompanhar os episódios inéditos; a série está com a terceira temporada confirmada.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!