SÉRIE FILHOTE

O episódio de The Good Doctor base do spin-off jurídico The Good Lawyer

Globoplay lança, na quinta (21), a segunda parte da sexta temporada do drama médico
DIVULGAÇÃO/ABC
Kennedy McMann em episódio jurídico de The Good Doctor
Kennedy McMann em episódio jurídico de The Good Doctor

O Globoplay lança, na quinta-feira (21), os episódios que formam a segunda parte da sexta temporada de The Good Doctor. Entre os 13 capítulos inéditos está aquele que serve de base para o spin-off jurídico do drama médico. Batizado de The Good Lawyer, a atração filhote ainda não teve a primeira temporada encomendada pela rede americana ABC.

Esta estratégia é comum na TV americana, a de apresentar o primeiro episódio (piloto) de um spin-off dentro da série mãe, facilitando assim a identificação do público. Chamado em português de A Boa Advogada, o episódio em questão é o de número 16.

Shaun (Freddie Highmore) está sendo processado por um homem que teve uma das mãos amputadas pelo cirurgião; o acusador alega que a amputação foi desnecessária. O doutor Glassman (Richard Schiff) indica a advogada pessoal, e amiga de longa data, para o pupilo, chamada de Janet Stewart (Felicity Huffman).

Porém, Shaun não se dá muito bem com ela e exige uma mudança. Ele quer ser representado por Joni DeGroot (Kennedy McMann), advogada júnior da firma de Janet. Joni trabalha apenas nos bastidores, nunca no tribunal, porque tem TOC (transtorno obsessivo-compulsivo), o que complica sua vida profissional nesse sentido.

Kennedy McMann, protagonista da série Nancy Drew, lida com TOC na vida real, fato já comentado por ela publicamente algumas vezes.

Descrita como brilhante e engraçada, Joni é relativamente nova no prestigiado escritório de advocacia no qual trabalha. Convivendo com TOC, a jovem nunca quis ser tratada de forma diferente. Enquanto os sintomas do transtorno lhe afetam na firma, sua atenção aos detalhes permite que veja os casos por ponto de vista fora do padrão.

Pôster de The Good Doctor com Kennedy McMann e Freddie Highmore
Pôster de The Good Doctor com Kennedy McMann e Freddie Highmore

The Good Lawyer vai virar série?

A greve dupla em Hollywood, dos atores e roteiristas, prejudica diretamente o futuro de The Good Lawyer. Em condições normais, o drama jurídico já teria sido encomendado e as gravações ocorrendo a todo vapor nesse período do ano. Mas as paralisações, principalmente dos atores, em vigor desde 14 de julho, deixaram a produção no limbo.

Por questões técnicas e contratuais, a rede americana ABC e a produtora Sony Pictures Television vão ter 30 dias, contados após o fim das greves, para decidir se vai transformar The Good Lawyer em série com temporada completa ou não. Depois, precisarão fechar acordos com o elenco.

Executivos do estúdio e da emissora da Disney estavam empolgados com o novo drama jurídico, dispostos a aprovar o projeto. Esse sentimento não mudou nos últimos dias, por isso o primeiro spin-off de The Good Doctor tem tudo para se concretizar. O detalhe é acertar isso com o elenco. Os atores podem receber em mãos várias propostas de trabalho assim que a greve dupla chegar ao fim.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!