BRECHA

Spin-offs de The Walking Dead furam greves e retornam aos trabalhos; entenda

Por detalhes técnicos, ambas as séries conseguiram autorização especial
DIVULGAÇÃO/AMC
Norman Reedus no drama zumbi Daryl Dixon
Norman Reedus no drama zumbi Daryl Dixon

A segunda temporada de Daryl Dixon e a minissérie The Ones Who Live, ambas da franquia The Walking Dead, vão voltar aos trabalhos mesmo em meio à greve dupla que paralisa Hollywood. A AMC Networks, empresa americana dona dos dramas zumbis, confirmou a autorização especial que recebeu.

Os spin-offs são as duas primeiras grandes produções a conseguir essa permissão, já obtida por séries como The Chosen.

De acordo com o site Deadline, a AMC Networks fechou um acordo provisório e especial para as duas séries junto com o SAG, o sindicato dos atores. Embora a AMC tenha ligação com a entidade patronal AMPTP, seu estúdio não está envolvido nas negociações com os grevistas. A paralisação dos atores começou em 14 de julho.

Esses são acordos únicos, não englobando todas as produções sob o guarda-chuva do AMC Studios. No caso, Daryl Dixon é gravada na Europa, e The Ones Who Live precisa dar uns retoques na pós-produção; atores podem ser chamados para gravar diálogos.

Daryl Dixon deve estar com os roteiros finalizados para fazer a segunda temporada. O sindicato dos roteiristas, o WGA, está em greve desde 2 de maio. É vedada qualquer trabalho, o mínimo que seja, de seus integrantes durante a paralisação.

Com o protagonismo de Norman Reedus, revivendo seu querido personagem de The Walking Dead, Daryl Dixon segue as aventuras do herói na França, colocando o galã do apocalipse zumbi em um cenário novo. Lá, ele terá ajuda de um grupo religioso progressista, facilitando a jornada do herói no Velho Continente. A série estreia, nos Estados Unidos, no próximo dia 10.

The Ones Who Live reúne o casal Rick (Andrew Lincoln) e Michonne (Danai Gurira), amarrando a história deles não finalizada na trama mãe. Com pitadas de romance, essa produção é tratada como minissérie, mas foi elaborada inicialmente para ser uma trilogia no cinema.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!