SAGA ALTERADA

O motivo que fez a série Bridgerton mudar a ordem dos livros

Terceira temporada do drama de época da Netflix estreia em maio
DIVULGAÇÃO/NETFLIX
O ator Luke Newton na 3ª temporada de Bridgerton
O ator Luke Newton na 3ª temporada de Bridgerton

Desde o princípio, pensava-se que a série Bridgerton (Netflix) fosse seguir a ordem da coleção de nove livros, chamada de Os Bridgertons, escrita por Julia Quinn. E de fato foi assim nas duas primeiras levas, com as adaptações de O Duque e Eu (primeira) e O Visconde que Me Amava (segunda). Porém, a terceira temporada encena histórias contadas no quarto volume da saga. A explicação para essa troca é justa e até necessária.

Roteirista e produtora de Bridgerton, Jess Brownell assumiu o posto de showrunner das próximas duas temporadas do drama de época. Foi escolha da equipe criativa a ruptura na sequência dos livros, tudo para dar mais dinamismo à narrativa e não enrolar o espectador com uma paquera quase eterna entre dois personagens-chaves.

O volume em questão é Os Segredos de Colin Bridgerton, o quarto da coleção. O foco da aventura romântica está em Penelope (Nicola Coughlan) e Colin Bridgerton (Luke Newton).

“Passamos duas temporadas realmente conhecendo Penelope e Colin [Luke Newton]. Observamos a paixão de Pen e como Colin está alheio a isso. Essa é uma dinâmica que você só pode explorar durante um certo tempo até o ponto no qual uma mudança se faz necessária”, comentou Jess, em entrevista ao site Entertainment Weekly. “Esse pareceu o momento certo para nos aprofundarmos no que está preparado para eles. 

A ideia é tratar do terceiro livro, intitulado Um Perfeito Cavalheiro, em breve. O protagonista da obra é Benedict Bridgerton (Luke Thompson). A substituição acaba sendo boa para todos os personagens envolvidos, de acordo com Jess.

“Do lado de Benedict, ele é um personagem tão divertido e favorito dos fãs que estamos muito animados para brincar com ele um pouco mais e deixá-lo se divertir bastante antes de sossegar e investir na busca do verdadeiro e eterno amor”, esclareceu a showrunner.

Jess classificou a terceira temporada de Bridgerton como “da amizade ao amor”. Cada um dos personagens principais vai ter destaque na leva de episódios.

No caso de Colin, tem a questão de ser tratado, durante muito tempo, como o terceiro filho, aquele que ainda tenta se encontrar. Sua postura, agora, é de um homem que sabe exatamente o que quer e quem ele é, de fato.

Já Pen ainda está em uma posição na qual tenta assumir seu poder. Isso cria uma abertura aproveitada por Colin como forma de recuperar seu prestígio com a fofoqueira e ensiná-la o que sabe. Essa interação permite que os dois passem mais tempo juntos.

A terceira temporada de Bridgerton será lançada em duas partes. A primeira chega em 16 de maio (quatro episódios). A segunda, também com quatro episódios, estreia em 13 de junho.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!