ENTREVISTA RARA

Piadas impróprias devem ser cortadas de séries da Nick, diz Dan Schneider

Showrunner afirma que não vê problema em mutilar suas criações
REPRODUÇÃO
Dan Schneider durante entrevista, em março de 2024
Dan Schneider durante entrevista, em março de 2024

Pela primeira vez, em vídeo, o showrunner Dan Schneider rebateu acusações que recebe acerca de seu trabalho como produtor, roteirista e criador de grandes séries teens da Nickelodeon, de iCarly a Drake & Josh. Ao comentar sobre piadas consideradas por alguns como impróprias para crianças, por causa da carga de duplo sentido, ele surpreendeu e foi categórico, dizendo que tais piadas devem ser cortadas de qualquer atração que for. As cenas que estão na mira são exibidas na TV paga, além da estarem disponíveis em streamings.

Dan Schneider fez essa aparição por causa de um documentário do canal americano ID, exibido no domingo e na segunda (18), nos Estados Unidos, revelando podres de séries teens da Nick, incluindo muitas criações de Schneider. A rara entrevista concedida por Schneider, publicada no YouTube, foi comandada por BooG!E, o T-Bo de iCarly.

No documentário, foram destacadas piadas maliciosas, muitas com alto teor sexual, que acabaram sendo gravadas em comédias tipo Sam & Cat (com Ariana Grande) e Victorious (com Victoria Justice); cenas que viralizaram recentemente e foram o estopim para a produção do documentário, registra-se.

O showrunner concordou que algumas piadas cruzaram a linha. E foi além, afirmando que deveriam ser cortadas; o que poderia ser uma solução, para que ninguém mais se sinta ofendido. Ele começou sua defesa pontuando: “Todas aquelas piadas, cada uma delas, foram escritas para um público infantil. As crianças achavam que eram engraçadas, e apenas engraçadas”. Schneider negou que hipersexualizava as atrizes mirins estrelas de suas séries.

“Vamos cortar essas piadas [impróprias] das séries”, encorajou. “Assim como eu teria feito há 20, 25 anos. Quero que minhas séries sejam populares. Quero que todos gostem delas. Quanto mais gente curtir, mais feliz eu fico. Então, se há algo que precisa ser cortado porque está incomodando alguém, vamos cortar.”

E, de fato, apesar de toda a comoção em relação a algumas cenas, de atrizes mirins colocadas em situações que podem ser vistas como inadequadas por causa de um duplo sentido de cunho sexual, tais cenas continuam indo ao ar no mundo inteiro.

Ninguém com poder de decisão, como a cúpula diretora da Nickelodeon, se prontificou a tomar uma atitude de admitir a inadequação, vista com o olhar de hoje, e determinar cortes nos episódios das séries em questão.

Na última segunda-feira (18), Dan Schneider falou sobre isso via assessoria, em comunicado enviado à imprensa: 

“Tudo o que aconteceu nas séries dirigidas por Dan foi cuidadosamente examinado por dezenas de adultos envolvidos, além de receber a aprovação do canal. Se houvesse algum problema real com as tais cenas que algumas pessoas agora, anos depois, estão ‘sexualizando’, elas teriam sido excluídas. Mas elas não foram e ainda hoje continuam sendo exibidas ao redor do planeta, apreciadas tanto pelas crianças quanto pelos pais.”

No Brasil, Quiet on Set: The Dark Side of Kids TV (Silêncio no Set: O Lado Obscuro dos Programas Infantis, em tradução livre) ainda não ganhou data de estreia; deve ser atração do streaming Max.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!