MOBILIZAÇÃO ONLINE

Compilação de cenas com teor sexual em séries da Nick inspirou documentário

Vídeos nas redes sociais foram cruciais para expor podridão e perversidade
DIVULGAÇÃO/NICKELODEON
Jennette McCurdy com Ariana Grande em cena de Sam & Cat
Jennette McCurdy com Ariana Grande em cena de Sam & Cat

O novo documentário bombástico e revelador sobre os podres em séries da Nickelodeon teve inspiração em vídeos feitos por internautas que compilaram cenas com (forte) teor sexual retiradas de atrações teens do canal. Esses cortes viralizaram nas redes sociais, há dois anos, e motivaram a criação do doc Quiet on Set: The Dark Side of Kids TV (Silêncio no Set: O Lado Obscuro dos Programas Infantis, em tradução livre), lançado nos Estados Unidos, no último domingo (17); ainda não há previsão de estreia no Brasil, devendo chegar pela Max.

Vencedora de Emmy e showrunner de vários documentários, incluindo um sobre Britney Spears, Mary Robertson disse em entrevista ao site Variety como foi o processo de desenvolvimento de Quiet on Set. Uma das diretoras do novo doc, ela explicou que o estopim foram os tais vídeos virais, junto com uma reportagem bem detalhada publicada pelo Business Insider, também em 2022.

“Me chamou a atenção esses vídeos que juntavam cortes de séries presididas por Dan [Schneider]”, contou Mary. “Alguns mostravam Ariana Grande deitada na beira da cama, derramando água em si mesma de uma maneira, sem dúvida, sexual”. Ela citou Dan Schneider, objeto central do documentário, criador de séries sucesso de audiência da Nickelodeon como Zoey 101, Drake & Josh, iCarly, Sam & Cat (com Ariana Grande) e Victorious.

“Nesses clipes”, continuou a cineasta. “Garotas apareciam, nos programas chefiados por Dan, recebendo esguichos de líquido viscoso no rosto. Muitas perguntas circulavam online acerca das verdadeiras condições em que essas cenas foram gravadas. Certamente, tivemos a nossa própria curiosidade e pensamos que era um assunto realmente significativo e digno [de ser investigado].”

Dan Schneider abraça Miranda Cosgrove nos bastidores de iCarly
Dan Schneider abraça Miranda Cosgrove nos bastidores de iCarly

Em Zoey 101, por exemplo, a protagonista Jamie Lynn Spears recebia uma injeção de gosma. A cena que foi ao ar mostrava a gosma escorrendo pelo rosto e boca da garota, emulando um ato pós-sexo.

Em outro caso, na série Victorious, a atriz Victoria Justice teve de fazer uma cena em que atores do elenco esfregavam comida na barriga desnuda dela, enquanto jorravam todo tipo de condimento e líquidos. 

O que para uma criança/adolescente poderia ser apenas algo inocente, na visão de um adulto, criador de tais cenas, existiam segundas intenções. 

Mary Robertson citou outra inspiração, esta vinda de uma reportagem do site Business Insider, em forma de denúncia, sobre o ambiente de trabalho em séries da Nick. Nesse caso, foram ouvidos ouviu atores, roteiristas e operários dos programas mais populares do canal.

“O artigo de Kate Taylor, para o Business Insider, foi um avanço sobre Dan Schneider e sua influência na Nickelodeon”, acrescentou a showrunner. “Mais de 12 fontes anônimas formaram a base da reportagem. Foram compartilhadas informações sobre o que realmente estava acontecendo nos bastidores.”

“Escrevemos uma carta para Kate e dissemos que adoraríamos fazer uma parceria sobre isso e seguir em frente, avançar um pouco mais”, disse Mary. “Então, começamos o trabalho de tentar converter as fontes anônimas em fontes que iriam aparecer diante das câmeras, que se sentissem confortáveis em ​​compartilhar suas histórias nas séries da Nick.”

Essa reportagem mostrou que Dan Schneider propositadamente hipersexualizava as atrizes adolescentes de suas produções, seja incentivando-as a usarem roupas curtas ou criando cenas com segundas intenções, imitando atos eróticos.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!