MERCADO

Paramount dá exemplo e lança série cancelada em DVD e para alugar online

Experimento começa com Grease: Rise of the Pink Ladies
DIVULGAÇÃO/PARAMOUNT
Marisa Davila na série Grease: Rise of the Pink Ladies
Marisa Davila na série Grease: Rise of the Pink Ladies

O grupo Paramount Global coloca em prática solução para não descartar por completo série cancelada de streaming. A empresa já está disponibilizando, nos Estados Unidos, o musical romântico Grease: Rise of the Pink Ladies para alugar online em plataformas como Amazon e Apple. Em novembro, está programado o lançamento de um box de DVDs da primeira e única temporada, com direito a 30 minutos de conteúdo extra.

Essa saída é, na realidade, o mínimo que os conglomerados de mídia hollywoodianos tem de fazer com as séries que não estão sendo apenas canceladas, mas retiradas dos streamings e assim simplesmente deixando de existir, não sendo possível encontrá-las em nenhum outro lugar ou formato.

Lançada em abril deste ano no Paramount+, a série serviu como prelúdio do clássico filme Grease – Nos Tempos da Brilhantina (1978). A atração contou com mulheres de protagonistas. O cancelamento e exclusão da plataforma da montanha vieram no mês passado.

Annabel Oakes, criadora de Grease: Rise of the Pink Ladies, alertou logo após o cancelamento sobre o desaparecimento da comédia dramática. “Em um movimento particularmente brutal, o Paramount+ vai remover [Grease]”, disse, em postagem no Instagram (stories). “Se a série não for resgatada, você não poderá assisti-la mais em nenhum outro lugar.”

A comercialização do prelúdio de Grease vai render um bom dinheiro para toda a equipe envolvida no projeto, a depender do volume de vendas do DVD e do aluguel online.

A Warner Bros. Discovery começou a onda de retirar produções de streamings (HBO Max), das mais badaladas, tipo Westworld, às obscuras, tudo visando economizar dinheiro e deixar o balanço no verde. O grupo estuda lançar um streaming gratuito, no modelo Fast, com anúncios, bem no estilo Pluto TV (que é da Paramount). Enquanto isso, nos EUA, as atrações ejetadas da HBO Max estão em serviços como Tubi e Roku.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!