MERCADO

Netflix passa a cobrar taxa por compartilhamento de senha em mais 4 países

Após América Latina, empresa implementa projeto na Europa, América do Norte e Oceania
REPRODUÇÃO
Netflix amplia cobrança por compartilhamento de senha
Netflix amplia cobrança por compartilhamento de senha

A partir desta quarta-feira (8), mais quatro países passam a integrar o projeto da Netflix que cobra uma taxa (salgada) por compartilhamento irregular de senha que dá acesso à plataforma. Canadá, Nova Zelândia, Portugal e Espanha entram na reta da gigante do streaming, se juntando à Costa Rica, Peru e Chile. O Brasil logo vai ser inserido nesse processo, muito provavelmente ainda neste trimestre.

O recado foi dado aos assinantes da Netflix dessas quatro nações. São avisos similares aos que vazaram na semana passada, incluindo no Centro de Ajuda brasileiro, de forma equivocada. Não que as cobranças deixarão de ser feitas, apenas houve uma publicação fora de hora.

Os assinantes da Netflix desses sete países que não obedecem o protocolo correto de compartilhamento de senha podem sofrer bloqueios da plataforma. A liberação ocorre apenas após a finalização do passo a passo determinado.

Antes de tudo, é importante deixar registrado que compartilhar o login de acesso à Netflix com alguém fora do domicílio do titular da conta é uma violação do Termo de Uso, que diz:  “O serviço Netflix e todo o conteúdo acessado por intermédio do serviço Netflix destinam-se exclusivamente para uso pessoal e não comercial, portanto, não podem ser compartilhados com pessoas de fora da sua residência, exceto se o seu plano de assinatura permitir.” (versão brasileira e atualizada, 5 de janeiro de 2023).

Quem quiser compartilhar o acesso com alguém fora de casa tem de pagar (caro). Dois usuários extras podem ser adicionados. Em Portugal, a taxa mensal será de € 3,99/por pessoa (R$ 22,25 na conversão euro-real atual). Na Espanha, € 5,99/por pessoa.

Tire suas dúvidas sobre o compartilhamento de senha da Netflix:

O que é residência Netflix?

A gigante do streaming usa muito a expressão “residência Netflix” ao tratar desse assunto de compartilhamento de senha. Então, é preciso entender o que é isso. Para o serviço, “uma conta Netflix só pode ser compartilhada em uma residência (pessoas que moram com o titular da conta)”. É importante entender isso antes de seguir adiante.

Como a Netflix identifica o acesso na conta?

“Usamos informações como endereços IP, IDs de dispositivos e atividade da conta em aparelhos conectados à conta Netflix”, diz a empresa. O IP (Internet Protocol) é no mundo online como se fosse a identidade de uma pessoa. Serve para identificar um dispositivo na internet ou em rede local.

Como compartilhar a senha da Netflix?

A Netflix promete que vai capturar qualquer aparelho (device, como chamam) que acessar a sua conta da Netflix fora da residência. Nesse caso, o conteúdo será bloqueado até que uma verificação seja feita, para a plataforma “confirmar que o aparelho que usa a conta está autorizado para isso.”

Verificar aparelhos para acessar a Netflix

Quando alguém acessar a sua conta em um aparelho não associado à sua “residência Netflix”, a plataforma vai enviar um link para o email ou celular vinculado à conta do titular da assinatura. O link abre uma página com um código de verificação de quatro dígitos. O código precisa ser inserido no aparelho em que foi solicitado dentro de 15 minutos.

Vai ter cobrança por compartilhamento de senhas?

A Netflix não faz cobranças automáticas caso compartilhe sua conta com alguém que não more com você”, essa é a informação oficial da empresa. A cobrança segue o modo pague-para-ver.

Como acessar a Netflix fora de casa?

Contanto que o aparelho que está sendo usado para assistir à Netflix esteja utilizando a conexão de internet da residência do titular da conta, a verificação não será solicitada. O titular da conta, ou quem mora com essa pessoa, não precisará verificar o aparelho (na maioria das vezes).

Se o aparelho for utilizado por muito tempo fora da rede da residência, aí a verificação será pedida. A Netflix fará isso para confirmar se o aparelho tem a devida autorização para usar a conta.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!