MUDANÇA DE ESTRATÉGIA

Migração iniciada: as séries do Star+ que já estão disponíveis no Disney+

Processo marca começo do fim do Star+, que encerrará atividades ainda neste ano
DIVULGAÇÃO/FOX
Zooey Deschanel na comédia New Girl
Zooey Deschanel na comédia New Girl

Sem anúncio prévio, séries do Star+ foram migradas para o Disney+, processo que marca o início de uma mudança significativa nos streamings da casa do Mickey Mouse. A Disney mãe confirmou que o Star+ vai encerrar as suas atividades na América Latina ainda em 2024, término previsto para o meio do ano. Com isso, todo o conteúdo do Star+ vai passar a estar disponível no Disney+.

A primeira cartada foi dada neste final de semana, com a inserção das seguintes séries no Disney+:

  • Extraordinária (só primeira temporada)
  • How I Met Your Father (todas as duas temporadas)
  • Love, Victor (todas as três temporadas)
  • Não Estou Morta! (só primeira temporada)
  • New Girl (todas as sete temporadas)

Extraordinária tem uma segunda leva de episódios, por enquanto exclusiva do Star+. E a segunda temporada de Não Estou Morta!, já lançada nos Estados Unidos e atualmente no ar, não tem previsão de estreia no Brasil.

Ao longo das próximas semanas, mais transições similares a essa serão feitas. E novas séries passarão a ter lançamentos simultâneos em ambas as plataformas, como ocorreu com Eco e tem-se agora com Xógum: A Gloriosa Saga do Japão.

O grupo Disney não anunciou de forma oficial os pormenores dessa alteração, principalmente sobre como fica a situação dos atuais clientes do Star+. Qualquer notícia acerca disso, no momento, é pura especulação. É preciso aguardar um posicionamento da empresa.

A movimentação da turma do Mickey Mouse no Brasil é reflexo do que ocorre em todo o mundo, incluindo os EUA. A Disney deixou o puritanismo de lado e optou pelo óbvio: juntar todo o seu conteúdo em uma única plataforma.

Quando a Disney comprou toda a divisão de entretenimento da 21st Century Fox, de acervo a estúdio, em 2017, temia-se manchar a marca associada à família com conteúdo de temática adulta vindo dessa aquisição. Basicamente, os executivos não queriam ter Os Simpsons e Hannah Montana no mesmo streaming, a cliques de distância.

Até séries com histórias LGBTQIA+, por exemplo, foram descartadas pelo Disney+. Agora, porém, a atração Love, Victor está lá, drama romântico sobre dois jovens adolescentes apaixonados.

Com a chegada no Disney+ das séries da Marvel realizadas originalmente para a Netflix (de Jessica Jones a Demolidor), o streaming líder da Disney passou a ter um controle parental rígido e bem definido, pois tais atrações foram feitas para um público maior de 18 anos, em parte por causa da violência, temas psicológicos, bebidas e sexo. Muito conteúdo do Star+, como American Horror Story, vai ser enquadrado no balaio +18.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!