'O RICO CADA VEZ FICA MAIS RICO...'

Netflix projeta pagar R$ 394 milhões a seus dois CEOs em ano pós-greves

Grevistas brigaram por um repasse mais justo sobre o quanto streamings arrecadam
DIVULGAÇÃO/NETFLIX
Ted Sarandos (à esq.) e Greg Peters, CEOs da Netflix
Ted Sarandos (à esq.) e Greg Peters, CEOs da Netflix

A Netflix revelou quanto pretende pagar aos seus dois CEOs (diretores-executivos), Ted Sarandos e Greg Peters, em 2024. A soma do salário de ambos deve ser de US$ 80 milhões (R$ 394 milhões); cada um embolsa US$ 40 milhões. Essa remuneração estratosférica, similar ao que recebe os maiores esportistas do mundo, será dada em um ano pós-greves em Hollywood, de atores e roteiristas, nas quais se discutiu o pagamento fora da realidade que executivos recebem.

Os valores foram revelados pela Netflix como parte de movimentação burocrática que tem de ser protocolada junto a um órgão do governo americano. São projeções, não quantias totais exatas, pois pode ocorrer variações. 

O salário de Ted Sarandos será o mesmo deste ano; já Greg Peters ganha um aumento de 5% em comparação com 2023, quando foi promovido; antes era COO (diretor de operações).

A composição do pagamento de ambos é a mesma: US$ 3 milhões de salário real (garantido); US$ 6 milhões de bônus por desempenho; e US$ 31 milhões em ações da empresa.

Em ambas as greves deflagradas neste ano, que paralisaram Hollywood durante seis meses, se discutiu a tamanha discrepância em relação a quanto executivos de grupos de mídia recebem e o pagamento dado aos profissionais da indústria que produzem os conteúdos que geram fortunas a esses conglomerados. Principalmente em se tratando da Netflix, que opera no azul.

Atores de séries populares da gigante do streaming, como Orange Is the New Black, deram entrevistas falando do recebimento de residuais (repasse tipo direito autoral/de imagem). Emma Myles, intérprete da detenta Leanne Taylor durante seis temporadas da comédia prisional, contou que ganhou, em um ano, apenas US$ 20 de residual.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!