REDUÇÃO DE CUSTOS

Disney+ cancela duas séries ao mesmo tempo; é imitação da HBO Max?

Assim como a nova Warner, grupo Disney determinou corte bilionário em despesas
DIVULGAÇÃO/DISNEY
John Stamos em Big Shot; Lauren Graham em Virando o Jogo dos Campeões
John Stamos em Big Shot; Lauren Graham em Virando o Jogo dos Campeões

O Disney+ cancelou duas séries ao mesmo tempo: Big Shot – Treinador de Elite e Virando o Jogo dos Campeões. A decisão chega dez dias após o grupo Disney divulgar o balanço financeiro do último trimestre de 2022, no qual o investimento no streaming ficou no vermelho. Então, foi determinado, assim como a Warner Bros. Discovery fez com sua plataforma (HBO Max), um corte severo para reduzir custos. Entenda-se por isso, entre outras coisas, cancelamento de séries.

Bob Iger, CEO (diretor-executivo) da Disney abriu o jogo para os investidores, como a cartilha da transparência pede. O grupo mira economizar US$ 5,5 bilhões (R$ 28 bilhões) nos próximos anos. Isso inclui todas as operações do conglomerado de entretenimento, incluindo os famosos parques temáticos. O controle de gastos afeta também o corpo de funcionários: 7 mil pessoas foram demitidas.

Em relação ao corte no setor de produção de conteúdo, o alvo da redução de despesas está em US$ 3,5 bilhões. É um número similar ao estipulado pela Warner Bros. em sua reestruturação (US$ 3 bilhões). Por lá, houve um cancelamento em massa de todo tipo de atração, algumas terminadas abruptamente e outras oferecidas a terceiros (licenciamento) ou relocadas dentro da própria corporação.

O mesmo deve ocorrer na Disney nos dias vindouros. Levando em conta séries novas, originais do streaming, o catálogo é modesto. Contudo, a videoteca do grupo é enorme, com quase cem anos de produção diversificada, de desenhos a filmes. São muitas as possibilidades de negócios com todo esse acervo, para ganhar um dinheiro licenciando atrações visando deixar o balanço no verde.

Nesse cenário do grupo Disney, as medidas mais urgentes foram tomadas, como demitir funcionários e se livrar de séries. A tendência é que Big Shot e Virando o Jogo dos Campeões sejam as primeiras de uma extensa lista de cancelamentos. A conferir.

Big Shot teve o protagonista de John Stamos (Três É Demais). Após ser expulso da NCAA (competição universitária nos Estados Unidos), o rígido treinador Marvyn Korn (Stamos) aceitou um emprego em um colégio para meninas e descobriu que terá que demonstrar empatia e vulnerabilidade para realizar sua tarefa. Ao se conectar com as jogadoras, Marvyn começou a se transformar na pessoa que sempre quis ser.

Virando o Jogo dos Campeões continuou a história do filme clássico Nós Somos os Campeões (1992). O Time dos Patos evoluiu de azarão para uma potência do hóquei juvenil ultracompetitivo. Depois que Evan Morrow (Brady Noon) foi cortado da equipe, ele e sua mãe, Alex (Lauren Graham) montaram seu próprio time desafiando a cultura implacável dos esportes praticados por garotos e garotas.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!