FURACÃO

A Vida Mentirosa dos Adultos: Valeria Golino hipnotiza e rouba a cena

Personagem Vittoria é a melhor adaptação da obra homônima de Elena Ferrante
DIVULGAÇÃO/NETFLIX
Valeria Golino em A Vida Mentirosa dos Adultos
Valeria Golino em A Vida Mentirosa dos Adultos

A aguardada minissérie A Vida Mentirosa dos Adultos, adaptação do livro homônimo de Elena Ferrante, chegou com tudo na Netflix. O drama italiano íntimo, sobre uma garota que descobre as falsidades dos adultos que estão ao seu redor, tem um destaque irrefutável. A atriz Valeria Golino (The Morning Show) hipnotiza e rouba a cena na pele de Vittoria, personagem que é o motor da trama.

Valeria encanta encarnando uma mulher desbocada, formada na faculdade da vida que se chama rua, moldada pelas experiências dolorosas do convívio social. Ela se coloca como oposta do irmão, Andrea (Alessandro Preziosi), que é letrado, pedante e acadêmico. Os dois se desprezam e, entre eles, está a adolescente Giovanna (Giordana Marengo), filha de Andrea.

A garota começa a ficar desconfortável ao ouvir do pai que está cada vez mais ficando feia, parecida com a tia Vittoria. Acontece que Giovanna nunca conheceu a tia, jamais a viu. Ela até busca fotos da família atrás dessa moça. Mas o pai borrou o rosto da irmã com uma tarja preta em todos os retratos.

Giovanna aguça a curiosidade para conhecer Vittoria, desejando dentro de si saber se o pai fala a verdade mesmo. Um encontro é agendado e, para surpresa do pai, as duas se conectam. A sobrinha demonstra maravilha ao se deparar com uma pessoa bruta, honesta e despreocupada com a opinião dos outros. Vittoria é nada daquilo que o pai descreveu.

Vittoria é a personagem da minissérie que mais se parece com o que Elena Ferrante relatou no livro. E Valeria Golino foi o encaixe perfeito. O espectador sente as angústias da tia, pintada como uma megera pelo irmão. Como Giovanna a vê por outro prisma, tem-se então uma dinâmica quase explosiva entre esse trio.

Pensando na narrativa em si de A Vida Mentirosa dos Adultos, o público logo tende a ter mais empatia por Vittoria do que por Andrea, na disputa de quem está falando a verdade (ou mentindo menos). A caracterização da personagem ajuda nisso.

Com Vittoria, Valeria entra no rol das grandes atuações da temporada 2022-2023 no mundo das séries. Uma pena que isso deve se perder, por a atração ser um drama italiano mais rebuscado e reflexivo, sem a pretensão de bombar na Netflix como uma arrasa-quarteirão. A esperança é que lá para o final do ano, nas indicações ao Emmy Internacional, a atriz seja lembrada.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!