PARADEIRO DO HERÓI

5 anos depois, The Walking Dead mostra o que aconteceu com Rick Grimes

História é contada em The Ones Who Live, novo spin-off da franquia zumbi
DIVULGAÇÃO/AMC
Andrew Lincoln em The Walking Dead: The Ones Who Live
Andrew Lincoln em The Walking Dead: The Ones Who Live

Pouco mais de cinco anos após o último episódio de Andrew Lincoln em The Walking Dead, a franquia zumbi mostrou o que aconteceu com o personagem do ator britânico, o xerife Rick Grimes. O herói lidera a trama de The Walking Dead: The Ones Who Live, novo spin-off que estreou, nos Estados Unidos, no último domingo (25); ainda não há previsão de lançamento no Brasil.

Antes de destrinchar o paradeiro de Rick Grimes, é importante contextualizar o cenário de The Ones Who Live. Essa minissérie surgiu para retratar a história romântica entre o mocinho e Michonne, guerreira samurai interpretada por Danai Gurira. Rick deixou a trama de The Walking Dead na nona temporada, dado como morto. Michonne saiu na leva seguinte, acreditando que o marido, na verdade, vivia. Por isso, largou tudo para encontrá-lo.

Até então, nem a The Walking Dead mãe nem seus filhotes citaram diretamente onde Rick estava. Só pistas foram dadas, principalmente em World Beyond, série derivada da franquia dedicada a explorar cada detalhe da comunidade Civic Republic, localizada em Filadélfia (EUA), uma das mais poderosas de todo o universo zumbi.

[Atenção: spoilers a seguir]
E é lá, na Civic Republic, que Rick Grimes foi parar. Logo após o seu ato heroico na nona temporada de The Walking Dead, no qual explodiu uma ponte para proteger sua comunidade, Rick escapou vivo e foi resgatado por Jadis (Pollyanna McIntosh), que chamou um helicóptero dizendo que tinha em mãos um B.

Naquele ponto da trama, Jadis trabalhava para a Civic Republic capturando pessoas, que eram classificadas pelas letras A e B. Só agora, em The Ones Who Live, é que ficou claro o que elas significam, e que Jadis mentiu na rotulação de Rick.

Donald Okafor (Craig Tate), tenente-coronel do Exército da Civic Republic, explicou para o mocinho o conceito por trás das letras. Está no grupo A quem é visto como uma pessoa de força, capaz de morrer pelo o que acredita e apresenta traços de liderança. O restante é B, pessoas tidas como comuns que tentam sobreviver no apocalipse zumbi.

Jadis mentiu ao dizer que Rick era um porque a CRM elimina os As que encontram pelo caminho. Para eles, só interessam os Bs, diminuindo a ameaça de uma revolta ou algo do tipo. Jadis agiu daquela maneira até por respeito a Rick, pois sabia que se dissesse A, ele iria ser morto.

A transformação de Rick

Dentro da Civic Republic, Rick não se conforma com o ambiente no qual está inserido. Ele tentou escapar, quatro vezes, sendo que em uma delas até cortou parte do braço esquerdo, perdendo a mão, adaptando cena da HQ homônima que serve de base para a série The Walking Dead.

Ele seguiu sendo poupado pela república por causa de Okafor, que dá ao xerife novas chances por acreditar que ele pode ser o líder que o Exército da CR precisa. Só após muitos anos dentro do sistema que Rick finalmente se convence a deixar de fugir e ser esse tal líder.

Isso até um helicóptero da CR, pilotado por Rick, sofrer um acidente e cair em uma floresta. Ele escapa vivo, vê todos seus companheiros soldados morrerem… Até se deparar com Michonne, que finalmente o encontra. Assim terminou o primeiro episódio de The Ones Who Live.

Logo após Rick sumir de The Walking Dead, a série mãe deu um salto no tempo de seis anos. É por volta desse período que The Ones Who Live se passa, no presente. No primeiro episódio, a atração se dedicou a mostrar o que aconteceu com Rick nesse intervalo de tempo dentro da Civic Republic.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!