TRUE CRIME

3ª temporada de Atlanta tem episódio baseado em caso real trágico; conheça

Série mudou o final da fatalidade da família Hart, ocorrida em 2018
DIVULGAÇÃO/FX
Jamie Neumann com Christopher Farrar na 3ª temporada de Atlanta
Jamie Neumann com Christopher Farrar na 3ª temporada de Atlanta

Após hiato de quatro anos, Atlanta retornou com tudo na terceira temporada, já disponível na Netflix. Logo no episódio de estreia, a comédia apresenta uma trama bem diferente da usual, sem os protagonistas como destaque. Os eventos narrados em Three Slaps foram inspirados no caso real trágico da Família Hart, ocorrido nos Estados Unidos, em 2018. O final (feliz?) da ficção foi diferente do que aconteceu de verdade.

[Atenção: spoilers a seguir]
Em Three Slaps (Três Bofetadas), Loquareeous (Christopher Farrar) é um menino preto que, após ser repreendido por comportamento erradio na escola, leva uma bronca da mãe e do avô, que dá uns três tapas nele, de leve. Uma funcionária do colégio testemunha o ato; ela acredita que o garoto é vítima de violência infantil dentro de casa.

Uma equipe de assistentes sociais, ao lado da polícia, aparece na casa de Loquareeous. A mãe dele, equivocadamente, acredita que foi o filho que ligou para a polícia, fazendo uma suposta denúncia de agressão. Ela acaba o expulsando de casa. O garoto, então, é adotado por um casal de lésbicas brancas hippies, que tem outras crianças pretas também adotadas.

No novo lar, Loquareeous sofre maus tratos, assim como as outras crianças: se alimentam mal e são obrigadas a realizarem tarefas domésticas. Em uma feira, onde elas estão ali forçadas a trabalhar, Loquareeous abraça um policial e pede ajuda (cena inspirada em foto real que viralizou nos Estados Unidos, gerando intensos debates em todos os lugares). O policial, contudo, não acredita no menino, dando razão para as mães brancas.

Elas aproveitaram aquele momento para se colocaram na mídia como mulheres brancas salvadoras, como se estivessem sendo uma benção àquelas crianças. Mas denúncias anônimas levaram o conselho tutelar para a casa delas. Com medo de algum tipo de punição, caso descobrissem o que elas realmente faziam com seus filhos adotados, as duas tomam uma decisão trágica: cometer suicídio, junto com as crianças, se jogando de um penhasco dentro de um carro.

Família Hart reunida; imagem feliz escondia segredos
Família Hart reunida; imagem feliz escondia segredos

Atlanta e o casa Família Hart

O caso da Família Hart dominou os noticiários do mundo inteiro, em 2018. O casal Jennifer e Sarah Hart e seus seis filhos morreram após o carro da família cair de um penhasco na Califórnia, de mais de 30 metros de altura. A investigação policial concluiu que o acidente foi proposital. Jennifer, a motorista, em nenhum momento pisou no freio quando o veículo se aproximava da queda.

A fatalidade ocorreu dias depois de autoridades do estado de Washington, noroeste dos EUA, apertarem o cerco contra o casal. Investigações apontavam que as duas tinham relações abusivas com os filhos, como agressão e negligência infantil (elas não alimentavam as crianças com frequência, por exemplo).

Assim que um assistente social passou a investigar a família Hart, Jennifer e Sarah agiram inconsequentemente. No dia da tragédia, Jennifer estava alcoolizada ao volante. A mulher e os filhos estavam medicados com um remédio que os deixaram sonolentos. Ninguém estava usando cinto de segurança.

A grande diferença entre o episódio de Atlanta é o caso real está no final. Na série, as crianças escaparam segundos antes de o carro cair no penhasco; só as mães morreram.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!