LOIRA GÊNIO

15 anos de The Big Bang Theory: lembra quando a Penny foi mais nerd do que você?

A garçonete/atriz resolveu teoria, deu show no xadrez e debateu física com propriedade
REPRODUÇÃO/CBS
Kaley Cuoco na pele de Penny (versão nerd) em The Big Bang Theory
Kaley Cuoco na pele de Penny (versão nerd) em The Big Bang Theory

No começo de The Big Bang Theory (2007-2019), Penny (Kaley Cuoco) foi apresentada como uma personagem caricata: a loira burra bonitona, atraente e socialmente desenrolada. Ela era o oposto dos vizinhos da frente e dos amigos deles, os nerds da história. O tempo foi passando e Penny acumulou conhecimento, indiretamente e chantageando de leve, chegando a surpreender a todos ao agir como uma cdf.

Neste aniversário de 15 anos de The Big Bang Theory, completado no sábado (24), o Diário de Séries relembra cinco momentos em que Penny foi mais nerd do que todos nós. Como ela mesmo disse, ao usar Star Trek em discussão com uma vizinha rival: “De onde saiu isso?”:

Monoamina oxidase

Vale usar o Google para sacanear as amigas crânios? Vale. No quinto episódio da sétima temporada, Bernadette (Melissa Rauch) perguntou para Amy (Mayim Bialik) sobre como seria o trabalho dela na Universidade Caltech. “Vou conduzir um estudo para ver se a carência da enzima monoamina oxidase provoca medo paralisante em macacos”, disse a neurobióloga.

Penny estava quieta, só mexendo no celular. Daí ela soltou: “Pouca gente sabe, mas a enzima monoamina oxidase foi descoberta por uma mulher, Mary Bernheim”. Como o público, Bernadette e Amy ficaram chocadas com a precisão da informação curiosa. Penny então contou o segredo, dando risada: “O meu celular é tão inteligente como vocês!”

Experimento do Gorila

A máxima “mais importante do que ser é parecer ser” cabe nesta situação. Bernadette estava começando o namoro com Howard (Simon Helberg), e Penny ficou com inveja da inteligência da amiga. Para impressionar Leonard (Johnny Galecki), ela pediu que Sheldon (Jim Parsons) desse aulas sobre o que o namorado fazia no trabalho, no décimo episódio da terceira temporada.

As lições foram um desastre, culpa do professor nada didático. O jeito foi usar as aulas de atuação e decorar algumas informações como se fosse a fala de uma personagem. Durante um jantar, Penny se intrometeu em uma conversa entre Leonard e Bernadette e deixou todos atônitos com o papo nerd; ao menos ela fez parecer que sabia do que estava falando.

“Eu tenho pensado recentemente que, dados os parâmetros de sua experiência, o transporte de elétrons pela abertura dos anéis de metal nano-fabricados não difere qualitativamente de uma experiência já conduzida na Holanda”, disse a “loira burra” para Leonard.

“A troca de fase observada nos elétrons difusos dentro do anel de metal demonstrou conclusivamente o análogo elétrico do efeito Aharonov-Bohm de interferência quântica”, continuou. “É isso aí. Isso é tudo o que eu sei.”

Enxadrista (?)

É preciso dar crédito para Penny. Ela sempre se esforçou a aprender mais sobre as coisas que o namorado vaivém Leonard gostava de fazer nas horas vagas. No 18º episódio da quinta temporada, Leonard ensinou Penny a jogar xadrez pela primeira vez.

Ele ficou todo sem jeito e sem palavras ao ver que levou um xeque-mate. Penny explicou o que aconteceu no tabuleiro: “Se eu colocar meu cavalinho aqui, é xeque-mate e eu ganho. O seu rei está preso. Ele não pode se mover por causa do meu farol (peça torre) e do meu cara de cabeça pontuda (bispo)”. A garçonete pegou de primeira as manhas do jogo.

Penny (Kaley Cuoca) ajuda Sheldon com teoria
Penny (Kaley Cuoca) ajuda Sheldon com teoria

Solução para a teoria das cordas

No 13º episódio da 11ª temporada, Sheldon estava frustrado por não conseguir se livrar de um bloqueio intelectual. Ele até abandonou os estudos sobre a teoria das cordas para se concentrar em matéria escura. E foi logo a Penny quem desatou os nós e deu uma solução brilhante para o amigo nerd.

Usando um raciocínio lógico e simples, a loira destravou o pensamento de Sheldon e abriu novas possibilidades para a pesquisa. Ao chegar em casa, Leonard perguntou sobre o jantar que ela tinha prometido trazer: “Desculpe”, respondeu. “Tive que ajudar o Sheldon a solucionar a teoria das cordas”. Leonard ficou de novo sem palavras e boquiaberto, sem entender nada do que acabou de acontecer.

Pacote completo

Sheldon e Leonard estavam em mais uma rixa, no quinto episódio da quinta temporada. Sheldon disse que a relação de amizade entre os dois poderia ser qualquer coisa, boa ou ruim. Ele apelidou a situação de amizade de Schrödinger, referência ao experimento Gato de Schrödinger.

E Penny explicou bem o significado da referida experiência: “Tem um gato em uma caixa e, até você abri-la, o gato está morto, vivo ou as duas coisas”. Ela foi tão precisa que Sheldon sequer fez um comentário adicional ou corretivo. E Amy comentou para Penny: “Conhecimento de física e peitos espetaculares. Você é o pacote completo, não é?”

The Big Bang Theory está disponível completa, com 12 temporadas, na HBO Max.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!