CRÍTICA

Talk show da HBO detona Law & Order: ‘propaganda da polícia’

John Oliver argumenta que as séries apresentam narrativas falsas da lei e da ordem
REPRODUÇÃO/HBO
Comediante John Oliver critica a franquia Law & Order
Comediante John Oliver critica a franquia Law & Order

O talk show Last Week Tonight, da HBO, apresentado pelo premiado comediante John Oliver, detonou toda a franquia Law & Order. Durante 27 minutos, em segmento da edição do programa exibido no último domingo (11), o humorista afirmou que há uma “narrativa falsa da polícia” nas séries dentro do universo Law & Order, servindo como “propaganda”. E por mais que seja um programa de ficção, as tramas estão bem distantes da realidade.

Ele pegou alguns temas para defender esse argumento, como o fato de, na vida real, quase todos os casos de crimes fichados pela polícia sequer chegarem aos tribunais. Como quem já viu algum episódio de qualquer série da franquia Law & Order, um crime é apresentado no começo, lá pela metade uma pessoa é presa e no final ela é julgada.

Segundo informou o humorista, apresentando dados concretos, cerca de 97% dos casos são resolvidos antes do julgamento, com os advogados de ambos os lados entrando em comum acordo.

Fora isso, Law & Order mostra ao público uma polícia exageradamente eficiente, com uma taxa de solução de casos beirando os 100%, pegando um exemplo de Law & Order: SVU. Contudo, segundo dados da própria polícia nova-iorquina, somente 31% dos casos de violência sexual são resolvidos. O público acaba tendo uma percepção equivocada dessas investigações.

John Oliver também ressaltou que as séries Law & Order servem como “propaganda da polícia”, quase um comercial institucional. São poucas às vezes em que os episódios mostram policiais se comportando fora da lei, sendo corruptos, preconceituosos e violentos. 

O talk show resgatou uma entrevista de Warren Leight, famoso showrunner de Law & Order: SVU, na qual ele admitiu que há uma representação “muito positiva” da polícia na TV e que é bastante improvável que alguma série da franquia retrate “policiais agindo fora da lei. Essa não é a marca da Dick Wolf.”

Dick Wolf é o produtor renomado criador de todo o universo Law & Order. John Oliver criticou bastante Wolf, por ele fazer uma encenação propositadamente pró-polícia. De acordo com o comediante, é uma propaganda “de um produto cheio de defeitos.”

Oliver fez uma comparação com Grey’s Anatomy. Todo mundo sabe que o drama médico está longe de ser uma representação real de um hospital, principalmente se tratando dos Estados Unidos. Mas os personagens não se comportam excessivamente à margem da realidade. Não se vê algum médico na série antivacina ou promovendo curas alternativas mirabolantes. Se assim fosse, Grey’s seria alvo de críticas.

A argumentação do apresentador insinuou que a visão positiva da polícia tem como objetivo, entre outras coisas, fazer com que séries tenham tranquilidade para ser filmadas nas ruas de Nova York. Policiais de verdade amam tudo de Law & Order e contribuem na criação e desenvolvimento das tramas, ajudado as atrações a pelo menos parecerem fidedignas no visual.

A edição desta semana do Last Week Tonight estreia na HBO e HBO Max na madrugada de segunda (12) para terça, à 1h.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!