VIOLÊNCIA

Série da Apple fecha set após ameaça de extorsão feita por traficantes

Ambientada na Baltimore dos anos 60, Lady in the Lake tem o protagonismo de Natalie Portman
DIVULGAÇÃO/PARAMOUNT PICTURES
Natalie Portman no filme Aniquilação; ela lidera a série Lady in the Lake
Natalie Portman no filme Aniquilação; ela lidera a série Lady in the Lake

As gravações da série Lady in the Lake (Apple TV+), protagonizada por Natalie Portman, foram interrompidas na última sexta-feira (26), em Baltimore, após ameaças feitas por traficantes. Os criminosos disseram que os trabalhos na região, perto do centro da cidade, teriam de ser interrompidos imediatamente, ou eles iriam atirar em alguém. Nada disso ocorreria se os produtores da atração pagassem aos traficantes US$ 50 mil (R$ 251 mil).

De acordo com a polícia local, o set do drama estava tudo tranquilo quando por volta das 16h um grupo se aproximou da equipe. Em nota divulgada à imprensa, a produtora Endeavor Content, responsável pela série, chegou a dizer que um dos criminosos mostrou uma arma a um dos operários.

A decisão da produtora foi encerrar as gravações imediatamente e procurar as autoridades. Lady in the Lake, ambientada na Baltimore dos anos 1960, está nas ruas desde abril e deve finalizar as gravações em outubro. Outra localidade foi encontrada, com um aumento de segurança posto em prática, para os trabalhos continuarem.

Baseada em um livro homônimo, Lady in the Lake acompanha uma dona de casa e mãe que se reinventa como jornalista investigativa após um assassinato não resolvido. Isso a coloca em rota de colisão com uma mulher trabalhadora que faz malabarismos com a maternidade, muitos empregos e um compromisso firme de promover a agenda progressista negra de Baltimore.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!