ÍCONE DE HOLLYWOOD

Saúde de Bruce Willis piora; novo diagnóstico aponta doença sem cura

Há quase um ano, ator se aposentou por causa de quadro clínico grave
REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Estado de saúde de Bruce Willis piorou
Estado de saúde de Bruce Willis piorou

A família de Bruce Willis divulgou um comunicado nesta quinta-feira (16), assinado pela mulher dele, Emma Heming, ex-mulher, Demi Moore, e filhos, atualizando o estado de saúde do ator de 67 anos. O quadro clínico dele piorou desde março passado, quando foi afastado da carreira hollywoodiana. Segundo a família, um novo diagnóstico mais preciso apontou que Willis tem demência frontotemporal (DFT); não há cura para essa doença.

“Infelizmente, os problemas de comunicação [afasia] são apenas um sintoma da doença que Bruce enfrenta”, disse o comunicado. “Embora isso seja doloroso, é um alívio finalmente ter um diagnóstico claro.”

A DFT é uma doença cruel que muitos de nós nunca nem ouvimos falar. E pode atacar qualquer pessoa”, alertou a família de Willis. A demência frontotemporal tem progressão lenta e acomete quem tem mais de 50 anos. Ela é tratada como uma doença grave e impetuosa.

A família aproveitou para alertar a todos sobre a DFT, dando um recado importante: “Bruce sempre acreditou na força de usar sua voz para ajudar os outros e aumentar a conscientização sobre questões importantes, seja isso de forma pública ou mais reservada. Sabemos em nossos corações que, se pudesse hoje, ele gostaria de chamar a atenção [sobre a DFT] e criar uma conexão com aqueles que também estão lidando com esta doença debilitante, que afeta tanto a pessoa diagnosticada quanto suas famílias.”

Em março de do ano passado, o mundo do entretenimento ficou chocado com a notícia da aposentadoria de Bruce Willis. Então, ele tinha sido diagnosticado com afasia, distúrbio neurológico que prejudica a capacidade da pessoa de se comunicar adequadamente. Agora se sabe que a afasia é uma parte da doença (DFT) que o afeta.

Vencedor de dois Emmys, Bruce Willis é mais conhecido pelos inúmeros filmes arrasa-quarteirões que estrelou. Mas tudo começou na TV. O primeiro grande sucesso dele foi a comédia dramática A Gata e o Rato (1985-1989; Moonlighting), sucesso de audiência na Globo. Por ela, o ator ganhou uma estatueta do Emmy; a outra foi por Friends.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!