MERCADO

Saiba o que todo streaming deve fazer para conter fuga de assinantes

Plataformas chegam a abusar da estratégia mais adotada nesse tipo de enrascada
DIVULGAÇÃO/STARZ
Michael Rainey Jr. em série filhote de Power
Michael Rainey Jr. em série filhote de Power

Em menor ou maior grau, todo streaming do mercado sofre com um problema: fuga de assinantes. O contratempo se dá entre aquela parcela de pessoas que entram em uma plataforma para ver uma única atração e saem dela assim que terminam, após alguns poucos meses. O segredo, segundo uma executiva veterana da TV americana, é investir em franquias dos títulos mais populares.

“A melhor e mais confiável maneira de frear a fuga de assinantes é mantê-los conectados às atrações que tanto conhecem e amam”, afirmou Sandra Stern, presidente da Lionsgate Television, durante fórum sobre o atual cenário da mídia de entretenimento, realizado nesta semana. “Acredito que, para qualquer streaming, esse é o objetivo realmente importante.”

Sandra pontuou que “a maior preocupação de todas as plataformas é o churn”. Churn é um termo comum usado no mundo dos negócios e aplicado no mercado dos streamings. Ele entra em cena quando o assunto é perda/evasão de assinantes/clientes. “Os streamings estão procurando meios de não apenas atrair assinantes, mas mantê-los.”

A Lionsgate investe em franquias há um bom tempo, assim como a concorrência, provando não ser apenas uma ideia argumentativa de uma executiva. Sandra, por exemplo, gerenciou a construção da franquia Power, que logo após o fim da série original, em 2020, gerou três atrações filhotes, todas disponíveis no Lionsgate+ (antigo Starzplay), o streaming do grupo.

Esse modelo de sugar tudo o que for possível de uma série se repete em outros serviços. Basta ver o que o canal AMC fez com The Walking Dead, a HBO com Game of Thrones, a Paramount com Yellowstone e a Netflix com The Witcher.

A questão que fica não é expandir o universo de uma trama até o infinito, mas sim se os telespectadores não vão ficar cansados da mesma fórmula a todo instante, sempre no mesmo ambiente. Vide o que a Marvel passa nos cinemas.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!