THE ESCAPE

Fuga espetacular (e frustrada) da princesa Latifa de Dubai vira série

Drama baseado em fatos discorre de assunto que comoveu o mundo
REPRODUÇÃO
Princesa Latifa de Dubai em vídeo de 2018
Princesa Latifa de Dubai em vídeo de 2018

A produtora Yellow Film & TV (Finlândia) prepara a série The Escape (A Fuga, em tradução direta), sobre a relação da princesa Latifa e sua amiga Tiina Jauhianen, finlandesa tida como professora de artes marciais de uma das filhas do emir de Dubai, o xeque Mohammed bin Rashid al Maktoum. Em 2018, Latifa virou assunto mundial ao tentar escapar do Emirados Árabes Unidos, pois dizia que lá era vítima de maus tratos; Tiina a ajudou na fuga.

“Essa é uma história poderosa sobre direitos humanos e a liberdade que todos queremos nas nossas vidas”, disse Lindsay Shapero, criadora da série, em entrevista ao site Deadline. “Mas o que é mais atraente nesse projeto é que se trata de duas amigas que lutam uma pela outra. Sinto-me muito privilegiada por trabalhar em uma série tão importante e emotiva.”

Em 2018, Latifa bint Mohammed Al Maktoum, conhecida como princesa Latifa, armou uma fuga espetacular de Dubai, ao lado de Tiina, professora de capoeira da princesa. Teve até jet-ski e esconderijo no porta-malas de um carro. O plano durou pouco: Latifa foi capturada dias depois, dentro de um barco no Oceano Índico. 

Latifa e Tiina foram sequestrados, presas e interrogadas, logo após. Tiina foi deportada dos Emirados Árabes Unidos, e Latifa mantida prisioneira em seu próprio país. Depois de uma campanha internacional de grande proporção, Latifa teve um encontro, três anos mais tarde, fora de Dubai, com um comissário de alto escalão das Nações Unidas para os Direitos Humanos. Ele disse que a princesa estava bem e pedia privacidade.

Em vídeo que viralizou online, possivelmente gravado em 2018, Latifa contou o que passava nas mãos do pai, considerado um dos cinco monarcas mais ricos do planeta, cujo patrimônio pessoal gira em torno dos R$ 16 bilhões. Mohammed bin Rashid Al Maktoum é o primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, vice-presidente do emirado e governante de Dubai.

“Não sei o que ele pode me fazer. Meu pai é a pura maldade. É responsável pela morte de muita gente. Sua imagem de homem de família é um mero exercício de relações públicas”, desabafou Latifa, no vídeo de quase 40 minutos de duração. “Não tenho permissão para dirigir, não tenho permissão para viajar ou sair de Dubai.”

A princesa contou que viveu três anos encarcerada, torturada e drogada. O pai nega veementemente as acusações.

Após ter a fuga frustrada e ser levada de volta a Dubai, Latifa conseguiu gravar mais vídeos contando sobre suas condições. A rede britânica BBC conseguiu alguns desses, nos quais ela alegou que estava “sendo mantida sozinha, sob vigilância policial, sem acesso à ajuda médica ou jurídica, dentro de uma vila com janelas e portas trancadas”.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!