PARÓDIA

Por que Lori Loughlin topou ser ridicularizada em comédia da HBO?

Atriz zombou da própria infâmia em episódio da série Segura a Onda
DIVULGAÇÃO/HBO
Lori Loughlin em cena de Segura a Onda
Lori Loughlin em cena de Segura a Onda

Conhecida por ter atores famosos de Hollywood interpretando versões satirizadas de si próprios, Segura a Onda (Curb Your Enthusiasm) atingiu outro nível nesta semana. No sexto episódio da 12ª temporada, a comédia da HBO simplesmente contou com a participação especial de Lori Loughlin, marcada por escândalo recente que envolveu o FBI e a levou para a cadeia.

Em Segura a Onda, a atriz é ávida fã de golfe, mas tem dificuldade em conseguir vaga nos melhores clubes de campo porque está queimada na praça, justamente pela controvérsia na qual se meteu: práticas de suborno e mentiras para colocar as duas filhas na Universidade do Sul da Califórnia (USC), de elite e uma das mais prestigiadas dos Estados Unidos. 

O protagonista Larry David surge para salvar a pátria e topa ser uma espécie de fiador da atriz, colocando sua reputação em jogo ao indicá-la para um clube seleto. Ele fica em choque ao ver que Lori segue trapaceando, distribuindo propinas e enganando a todos, de corromper funcionários do clube a fingir que é deficiente para ter privilégios no trânsito, como estacionar o carro turbinado nos pontos mais privilegiados de estacionamentos.

Especificamente, essas duas atitudes de Lori na comédia refletem o que ela fez na vida real, pois chegou a informar que a filha tinha problemas especiais relacionados à aprendizagem, além de outras condições, tudo para levar vantagem visando a matrícula na USC. Fora que ela pagou meio milhão de dólares em propina com a meta de pegar atalhos e “comprar” a entrada da filha na faculdade.

Jeff Schaffer, produtor de Segura a Onda, disse para o site The Hollywood Reporter que Lori topou fazer de tudo, encenando todas as piadas criadas pelos roteiristas sem levantar o dedo contra qualquer coisa. “Ela foi ótima”, contou. “Ela é a cara do episódio. Fico muito contente por ela ter concordado em fazer isso.”

Lori foi presa em 2020. Após dois meses atrás das grades, cumpriu dois anos de liberdade condicional. Livre, ela ainda não emplacou trabalhos de peso em Hollywood, sofrendo com a mancha do escândalo. Desde então, a atriz fez dois telefilmes e reviveu Abigail Stanton, personagem memorável de Quando Chama o Coração, no spin-off When Hope Calls.

Rir de si mesma pode ser o melhor remédio para Lori conseguir voltar a ter destaque em Hollywood, afinal a conversa muda após aparição na HBO

“Dar risada em forma de paródia é uma ótima maneira de deixar o passado para trás”, comentou Schaffer. “Espero que isso ajude a carreira dela. Ela é ótima e deveria ser chamada para mais papéis. Espero que ela comece a trabalhar, porque ela merece”.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!