IMPOSTO

Nova York quer taxar Netflix para evitar aumento na tarifa de metrô

Proposta visa pegar dinheiro de empresas, não do povo, para custear o transporte público
REPRODUÇÃO
Dinheiro da Netflix para reduzir tarifa de metrô; que tal?
Dinheiro da Netflix para reduzir tarifa de metrô; que tal?

Se a moda pega… O Estado de Nova York enfrenta neste momento uma questão comum em grandes cidades ao redor do mundo, como São Paulo: o que fazer para evitar aumento na tarifa do transporte público (metrô, especificamente). Políticos da cidade de Nova York tiveram uma ideia: que tal cobrar uma taxa extra de streamings, como Netflix, e repassar o valor para a companhia de transporte?

Em Nova York e região, uma única empresa opera todo o sistema de transporte público, a MTA (Metropolitan Transportation Authority), que pertence ao governo do Estado de Nova York. Na projeção de gastos da operação para 2023, o financeiro da companhia colocou no balanço que a tarifa de metrô teria de subir em 5,5%, passando de US$ 2,75 para US$ 3.

A governadora do Estado, Kathy Hochul, ofereceu um plano de subsídio para impedir o novo preço que deve ser oficialmente rejeitado pelos parlamentares. A proposta dela é aumentar taxas que seriam cobradas da população diretamente na folha de pagamento. Os políticos planejam uma outra forma de cobrir esse subsídio.

A alternativa seria coletar mais impostos de empresas. Nesse pacote estaria uma taxa extra de 4%, cobrada de plataformas como Netflix, Disney+, etc. A arrecadação poderia chegar a US$ 100 milhões por ano, valor que ajudaria a bancar despesas da MTA, evitando um aumento no valor do bilhete de metrô.

Essa taxa se somaria a outras, como uma que cobraria US$ 0,25 de cada entrega de pacotes feita na cidade, de aplicativos de comida a transportadoras de renome. É tudo para não sufocar a população com um novo aumento de imposto.

Os políticos têm sete dias, até a próxima-sexta (31), para resolver esse imbróglio.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!