DISTOPIA

Nova série propõe combater feminicídio com homens sob toque de recolher

Batizado de Curfew, drama policial britânico é do Paramount+
DIVULGAÇÃO/HBO
Sarah Parish na série Industry
Sarah Parish na série Industry

O Paramount+ encomendou um drama policial britânico, com um pé na distopia, que promete dar o que falar. O streaming da montanha deu sinal verde para Curfew (Toque de Recolher, em português), cuja trama é ambientada em um mundo no qual homens vivem sob um rígido toque de recolher noturno, ação tomada para combater o feminicídio.

Curfew apresenta uma sociedade na qual os homens têm de obedecer a chamada Lei de Segurança da Mulher (The Women’s Safety Act). A legislação estabelece que todos os homens estão sujeitos a um toque de recolher diário, das 19h às 7h. Uma tornozeleira monitora os movimentos de cada um deles 24 horas por dia.

Porém, apesar dessas medidas, o corpo de uma mulher é descoberto. Deixada na escadaria do Centro de Segurança da Mulher, ela foi brutalmente assassinada justamente durante o período do tal toque de recolher. Pamela Green (Sarah Parish), policial veterana, acredita que um homem cometeu o crime. Mas como há o toque de recolher obrigatório em vigor, a teoria da investigadora é prontamente rejeitada.

Além de Sarah (Industry, Fique Comigo), estão no elenco principal Mandip Gill (Doctor Who), Mitchell Robertson (A Very British Scandal) e Alexandra Burke (cantora londrina revelada no The X Factor). 

Robertson é Eddie, policial novato que acompanha Pamela na investigação do caso. Mandip vive Sarah, trabalhadora que é pessoa-chave na elucidação do crime. Já Alexandra interpreta Helen, uma bem-intencionada professora local e defensora do toque de recolher.

Nathalie Peter-Contesse, uma das produtoras-executivas de Curfew, classificou o drama policial como uma atração “provocativa e emocionante que visa contribuir para o importante debate sobre a violência contra as mulheres”.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!