BRAÇOS CRUZADOS

Hollywood parada! Atores confirmam greve e unem forças com roteiristas

Paralisação afeta produções com filiados do SAG e WGA ao redor do mundo
REPRODUÇÃO/SAG
Atores e roteiristas juntos em piquete
Atores e roteiristas juntos em piquete

O sindicato dos atores de Hollywood (SAG) decretou greve. O anúncio, dado nesta quinta-feira (13), é histórico. Pela primeira vez, desde 1960, atores e roteiristas cruzam os braços ao mesmo tempo. O impacto dessa paralisação dupla vai impactar não apenas a indústria de entretenimento americana, mas as produções de filmes e séries ao redor do mundo.

Os roteiristas, representados pelo sindicato WGA, estão parados desde 2 de maio. Porém, estúdios deram um jeito aqui e ali para continuar gravando produções cujos roteiros estavam 100% finalizados (caso de A Casa do Dragão, por exemplo). Agora não há saída: sem os atores do SAG não tem como fazer nada.

O SAG conta com 160 mil filiados. Qualquer ator do sindicato não pode gravar nenhuma cena, onde quer que esteja no globo terrestre, seja no Brasil ou na Austrália, no Japão ou na África. Eles também estão proibidos de participar de eventos que promovam filmes ou séries. Entram nesse balaio premières e festivais.

Nesse cenário, caso as greves se prolonguem, integrantes do SAG podem ser substituídos de atrações. Pegue um caso hipotético: determinada série está sendo gravada na Austrália, mas só com um ou dois atores filiados ao SAG. Ao invés de prejudicar centenas e centenas de trabalhadores envolvidos com a produção por causa de duas pessoas, é melhor substitui-las por quem não tem ligação com o sindicato.

As reivindicações dos atores e roteiristas são basicamente as mesmas, com apenas algumas peculiaridades. A demanda principal de ambas as categorias gira em torno da melhora substancial do pagamento que recebem dos streamings pelos seus respectivos trabalhos feitos. Questões como uso da inteligência artificial também estão em jogo.

Do outro lado da mesa de negociação está a AMPTP, entidade que representa os nove maiores estúdios de Hollywood.

O SAG entra em greve, a primeira da categoria desde 1986, após votação unânime do conselho diretor do sindicato; e apoio de 98% dos atores. Piquetes estão sendo planejados para ocorrerem já na sexta-feira (14) em frente aos estúdios e produtoras ao longo dos Estados Unidos.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!