VIAGEM AO SÉCULO 19

Gangues de Nova York vira série com direção de Martin Scorsese

Adaptação irá apresentar personagens diferentes do filme Gangues de Nova York, de 2002
DIVULGAÇÃO/MIRAMAX
Martin Scorsese (à dir.) com Leonardo DiCaprio nos bastidores do filme Gangues de Nova York
Martin Scorsese (à dir.) com Leonardo DiCaprio nos bastidores do filme Gangues de Nova York

A produtora Miramax está desenvolvendo uma série baseada no livro As Gangues de Nova York – Uma História Informal do Submundo (1927), que há 20 anos foi adaptado para o cinema sob a direção do renomado cineasta Martin Scorsese. A direção dos dois primeiros episódios da atração televisiva ficará com Scorsese, que também será um dos produtores executivos.

Segundo informações do site Deadline, a narrativa da série irá apresentar uma roupagem distinta em relação ao filme, acompanhando os passos de novos personagens. A Miramax, que fez o longa, irá oferecer o drama de época para canais da TV paga americana e plataformas de streaming; o “leilão” deve começar neste mês.

Baseado em fatos reais, o livro As Gangues de Nova York relata acontecimentos entre os anos 1840 e 1863 na cidade americana. Nesse período, não existia limite entre o gangsterismo e a política. Os partidos políticos daquele período usavam as gangues para a pilhagem do dinheiro público e a conquista do controle de Nova York.

A corrupção estava disseminada em todos os níveis do governo, incluindo a polícia. As casas de aposta, os bordéis, os bares clandestinos e os salões de baile pertenciam aos líderes políticos, que utilizavam os talentos “especiais” das gangues para defender seus interesses.

Ao mesmo tempo, os imigrantes chegavam praticamente sem nenhum dinheiro e qualificação, indo morar em cortiços decrépitos. Para sobreviver, tinham de recorrer ao crime e à prostituição. O cenário estava armado para o avanço da corrupção e do crime organizado.

Lançado no Brasil um pouco antes da película, o livro está disponível em livrarias, físicas e online. Já o filme Gangues de Nova York pode ser visto no streaming Star+.

Martin Scorsese tem histórias boas e ruins para contar sobre trabalhos feitos para a TV. Ele dirigiu o piloto (primeiro episódio) de Boardwalk Empire, série da HBO que lhe deu um Emmy. No outro lado da balança, ele tem a direção do piloto de Vinyl, drama musical cancelado pelo mesmo canal premium na primeira temporada.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!