PREMIAÇÕES

Euphoria leva prêmio de melhor direção; Ruptura ganha direção de arte

Os Anéis de Poder venceu, mais um vez, A Casa do Dragão em um prêmio técnico
DIVULGAÇÃO/HBO
Zendaya no 5º episódio da 2ª temporada de Euphoria
Zendaya no 5º episódio da 2ª temporada de Euphoria

O duelo entre Euphoria e Ruptura nos prêmios de direção terminou bom para ambas as partes, pois cada série levou um troféu para casa. Euphoria derrotou dois episódios do drama da Apple na cerimônia dos diretores, e Ruptura superou a atração da HBO na disputa de direção de arte. Ambos os eventos ocorreram no último sábado (18).

Criador de Euphoria, e o faz-tudo no set (diretor e roteirista), Sam Levinson ganhou o principal prêmio televisivo da 75ª edição do DGA Awards, realizado pelo sindicato dos diretores hollywoodianos. Ele levou a melhor com o quinto episódio da segunda temporada, aquele da fuga de Rue (Zendaya), com a briga insana dela com a mãe e revelação de segredos entre as amigas; foi esse episódio que deu o Emmy de melhor atriz para Zendaya, em 2022.

Na categoria melhor episódio de drama, além de dois episódios de Ruptura, Better Call Saul e Ozark também estavam na briga.

Entre as comédias, Barry ficou com o prêmio principal da noite derrotando o episódio do plano sequência (17 minutos sem cortes na edição) de O Urso. As outras séries na disputa foram Wandinha, The Marvelous Mrs. Maisel e The White Lotus.

A elogiada Estação Onze ficou com a categoria de melhor minissérie, na qual concorria com dois episódios.

Enquanto isso, na 27ª edição do Art Directors Guild Awards (direção de arte), Ruptura arrebatou a categoria excelência em produção de série contemporânea. Ficaram para trás, além de Euphoria, Better Call Saul, Ozark e The White Lotus.

Pachinko recebeu o troféu de excelência em produção de série de época. O drama do Apple TV+, marcado pelo esmero em cada detalhe, venceu grandes atrações, como A Idade Dourada, The Crown, The Marvelous Mrs. Maisel e Peaky Blinders.

Na corrida pelo prêmio de excelência em produção de série fantasiosa, Os Anéis de Poder ganhou. E mais uma vez a série do Prime Video derrotou A Casa do Dragão (HBO) em uma premiação técnica. Também estavam na categoria Wandinha, Andor, e Stranger Things.

As outras séries ganhadoras da noite no Art Directors Guild Awards: Our Flag Means Death (excelência em produção de série de meia hora, câmera única) e How I Met Your Father (série de meia hora, multicâmera).


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!