FIM

Do criador de Modern Family, Reboot é oficialmente cancelada

Sitcom até tentou achar um resgate, mas não obteve sucesso nessa busca
DIVULGAÇÃO/HULU
Keegan-Michael Key (à esq.) com Johnny Knoxville em Reboot
Keegan-Michael Key (à esq.) com Johnny Knoxville em Reboot

Uma semana após ser cancelada pela Hulu, a comédia Reboot chegou ao fim definitivo depois de uma única temporada. Desde 30 de janeiro, quando foi decretado o fim da sitcom na plataforma do Grupo Disney, o criador da atração, Steve Levitan (o mesmo de Modern Family), passou a oferecê-la a outros streamings e canais por toda Hollywood. Ninguém se interessou.

O próprio Levitan, usando sua conta no Twitter, informou que Reboot não foi resgatada, chegando assim ao término de forma oficial. 

A segunda temporada da comédia estava no estágio de roteirização quando a Hulu anunciou o cancelamento. Alguns episódios tinham sido finalizados e foram usados nessa busca por uma nova casa.

Causou bastante estranheza o fim abrupto de Reboot, afinal trata-se de série duas vezes indicada ao Critics Choice deste ano: melhor comédia e ator (Keegan-Michael Key). O próprio Levitan cutucou a Hulu, ironizando como a série foi tratada na plataforma.

Rachel Bloom, uma das protagonistas, disse em entrevista ao site The Hollywood Reporter que estava chocada e confusa com a situação. “As pessoas estão assistindo [à série] em todo o mundo”, comentou. “Eles [Hulu] não nos mostram os números de audiência. E eu não sei como esse tipo de métrica funciona”, citando a relação ibope-renovação/cancelamento.

Johnny Knoxville, outro astro da série, usou o Instagram para detonar a Hulu, dizendo que o término de Reboot “foi inacreditável.”

Com uma trama inteligente, sagaz e divertida, a comédia (disponível no Brasil no Star+) segue os passos da roteirista Hannah Korman, interpretada por Rachel Bloom, que apresenta para a plataforma Hulu a ideia de resgatar uma sitcom famosa dos anos 2000, chamada de Step Right Up. O reboot, porém, teria uma pegada mais densa e menos jocosa.

Reboot brinca com a onda de remakes que dominam a indústria americana do entretenimento, investigando o que rola por trás das câmeras, como abordar a derrocada de atores veteranos que outrora foram famosos.

Leia a crítica do Diário de Séries sobre Reboot: “A melhor comédia de 2022”.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!