CONTENÇÃO DE GASTOS

Demissão em massa na Warner reduz em 25% a força de trabalho do estúdio de TV

Empresa faz de tudo para executar plano de economizar US$ 3 bilhões
DIVULGAÇÃO
Icônica caixa d'água do estúdio da Warner Bros. Discovery
Icônica caixa d'água do estúdio da Warner Bros. Discovery

No corte de pessoal mais drástico feito pela nova Warner, após a fusão com o grupo Discovery, 125 vagas de emprego foram encerradas no estúdio de televisão da empresa, cerca de 25% de toda a força de trabalho. A demissão em massa, decretada na última terça-feira (11), faz parte da contenção de gastos severa colocada em prática pelo CEO da Warner Bros. Discovery, David Zaslav, para economizar US$ 3 bilhões (R$ 15,8 milhões) e reorganizar o balanço financeiro.

Foram demitidos 82 funcionários da Warner Bros. Television, nas divisões de atrações roteirizadas, realities e animação. E 43 vagas abertas não serão mais preenchidas. 

Esses cortes na Warner Bros. Discovery estão longe de terminar. A próxima área afetada será a de filmes, demissões que devem ocorrer nas próximas semanas. Em agosto, a vítima foi a dupla HBO e HBO Max, com a eliminação de 70 empregados. No mês passado, o alvo foi o departamento de publicidade (cem demissões).

A Warner Bros. Discovery, ativa desde abril, passa por todo esse processo visando a fusão dos streamings HBO Max e Discovery+, prevista para se concretizar no ano que vem. A nova Warner está ficando apenas com cargos essenciais e tirando aqueles que se sobrepõe.

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!