GOSTO AMARGO

Criador de Yellowstone processa ator da série por causa de… café

Disputa judicial promete deixar o clima mais pesado nos bastidores do western
REPRODUÇÃO
As marcas de Taylor Sheridan (à esq.) e Cole Hauser; iguais ou não?
As marcas de Taylor Sheridan (à esq.) e Cole Hauser; iguais ou não?

Coloque mais uma confusão de bastidor na conta de Yellowstone. O desarranjo da vez tem requintes quase inacreditáveis. O criador do drama faroeste, Taylor Sheridan, entrou com um processo contra uma das principais estrelas da série, o ator Cole Hauser, intérprete do caubói Rip Wheeler. Tudo por causa de… café.

A briga corre na justiça do Estado do Texas (EUA), desde o final de novembro. O rancho de Taylor Sheridan acusa a Free Rein, empresa fabricante de café que pertence a Hauser, de imitar o logo de sua fazenda, que também tem uma linha de café. É batalha que tem origem na famigerada máxima “copia, mas não faz igual”. 

A marca de Sheridan é BR (Bosque Ranch), com as letras intercaladas no logo. A de Houser é FR (Free Rein), cujas letras iniciais também estão sobrepostas, de um jeito bem parecido com o da grife rival.

No processo, a acusação de Sheridan se baseia em “violação de marca registrada, concorrência desleal e propaganda enganosa”. Além disso, diz que o logo da Free Rein é “propositadamente igual à marca BR… causando confusão e enganação acerca de alguma afiliação, conexão ou associação” com a fazenda do showrunner.

O rancho de Sheridan começou a estampar sua marca em cafés em junho deste ano. A empresa de Hauser foi lançada em outubro. Ambas usam aspectos do estilo de vida caubói e da rotina na zona rural americana nas respectivas campanhas publicitárias. Ou seja, têm o mesmo público-alvo.

A rixa contra Hauser é mais uma de Taylor Sheridan dentro de Yellowstone. Ele se desentendeu com Kevin Costner, simplesmente o protagonista do drama faroeste, em uma celeuma tão grande que chegou ao ponto de o ator veterano de Hollywood abandonar a produção, resultando no fim abrupto da narrativa, que terá a parte final da quinta e última temporada para amarrar as histórias sem Costner no set.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!