FOTO DE CALENDÁRIO

Cidade de Virgin River existe? Veja onde a série da Netflix é gravada

Drama romântico com visual estonteante retorna à Netflix nesta quinta (7)
DIVULGAÇÃO/NETFLIX
Martin Henderson com Alexandra Breckenridge em Virgin River
Martin Henderson com Alexandra Breckenridge em Virgin River

O visual estonteante de Virgin River, no melhor estilo foto de calendário, é tão cativante quanto a história novelesca encenada por um monte de gente bonita. A partir desta quinta-feira (7), com o lançamento da quinta temporada, a série da Netflix volta a deixar os espectadores de boca aberta com os cenários espetaculares, aquelas vistas de montanhas, floresta densa, rios, cachoeiras… Onde fica esse lugar? Virgin River existe no mapa?

Na trama, Virgin River está localizada no norte da Califórnia, nos Estados Unidos, em um território remoto. Mas a cidade não é real. O drama romântico é gravado no Canadá, na província (Estado) da Colúmbia Britânica, ao oeste do país da América do Norte, beirando o Oceano Pacífico. O local é conhecido por ter várias reservas naturais e pela sua cadeia de montanhas.

A fotografia de Virgin River encabeça a lista de prioridades da produção, a ponto de um profissional ser responsável por achar as melhores locações para determinadas cenas externas.

Essa função, rotulada de gerente de locação, é de W. Robert “Fluffy” Millar, que desde 1997 trabalha em Hollywood com isto: encontrar belos lugares para séries e filmes, como O Atirador e saga Cinquenta Tons de Cinza; ambas gravadas em Vancouver, a maior cidade da Colúmbia Britânica.

Em entrevista à própria Netflix, Millar brincou sobre a sua missão específica em Virgin River, uma série sobre “pessoas bonitas vivendo circunstâncias problemáticas em lugares de tirar o fôlego”. Ele assume a missão de achar um local mais arrebatador do que o outro, sempre buscando se superar.

A mensagem positiva de Virgin River ajuda nesse trabalho. Isso porque muitas cenas da série são gravadas em territórios reservados ao povo originário do Canadá. Por isso, é preciso autorização especial para entrar nessas reservas. Millar acabou formando uma relação saudável e produtiva com a liderança indígena, proporcionando acesso que nenhuma outra produção televisiva tem.

Millar recebe com antecedência às páginas do roteiro que vão ser gravadas em externas. Daí, ele e sua equipe vão atrás de lugares que se encaixam ali, oferecendo múltiplas opções. A produção e equipe criativa batem o martelo sobre o local exato da gravação.

No caso de cenários fixos da trama, como o chalé de Mel (Alexandra Breckenridge), entra um mix do real com a magia hollywoodiana. A cabana existe, lá eles gravam as cenas externas. Já o interior foi replicado em um estúdio

No caso, nas cenas dentro do chalé, a imagem do exterior que vemos através das janelas na verdade são imagens em altíssima resolução tiradas do local real. Tudo para dar a sensação que, de fato, os personagens estão dentro daquele chalé, naquele lugar de verdade. Esse mesmo truque é usado no bar do Jack (Martin Henderson).

Cenário real e estonteante de Virgin River
Cenário real e estonteante de Virgin River

5ª temporada de Virgin River

Em 7 de setembro, chegam na Netflix os dez primeiros episódios da quinta temporada de Virgin River. Os dois capítulos restantes entram na plataforma somente em 30 de novembro; a gigante do streaming marca esses dois capítulos separados como especiais de final de ano.

A nova leva de Virgin River apresenta novos relacionamentos surpreendentes, separação chocante, julgamento difícil no tribunal, adeus doloroso e um incêndio florestal que ameaça a cidade do norte da Califórnia, reunindo algumas pessoas de Virgin River e afastando outras. 

As adversidades na maternidade levam Mel a tomar uma grande decisão sobre seu futuro na clínica, enquanto sua gravidez inesperadamente desperta uma conexão emocional com seu passado. 

Para provar ainda mais a Mel, Jack procura acertar de vez problemas do passado, com seus próprios demônios e, claro, Charmaine (Lauren Hammersley).

Finalmente, o casal Doc (Tim Matheson) e Hope (Annette O’Toole) lidam com os respectivos problemas médicos: doença degenerativa nos olhos (Doc) e lesão traumática no cérebro (Hope).

A sexta temporada de Virgin River está confirmada.


Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!