EXPLOSÃO DE RAIVA

Ator de As Visões de Raven surta em restaurante: ‘Sou satã e filho de Lúcifer’

Orlando Brown, 36 anos, tem um histórico problemático de confusões
DIVULGAÇÃO/DISNEY/REPRODUÇÃO/TMZ
Orlando Brown em As Visões da Raven (à esq.) e em registro mais recente, no domingo (28)
Orlando Brown em As Visões da Raven (à esq.) e em registro mais recente, no domingo (28)

Conhecido pelo papel do adolescente Eddie Thomas na série As Visões da Raven (2003-2007, Disney+), o ator Orlando Brown protagonizou um novo incidente público que causa tristeza, isso devido ao histórico que tem na luta contra o abuso de entorpecentes, problemas de saúde mental e prisões. Nesse caso mais recente, ocorrido no domingo (28), em Los Angeles, ele foi expulso de um restaurante e gritou para todo mundo ouvir: “Sou satã e filho de Lúcifer.”

Toda explosão de raiva de Brown, hoje com 36 anos, foi registrada em vários vídeos. O site TMZ obteve alguns deles e ouviu clientes do restaurante que testemunharam o barraco. As pessoas presentes disseram que o estopim disparou quando a ex-estrela da Disney passou a tratar mal alguns atendentes do estabelecimento, aos gritos.

Então, assim que um funcionário do local se dirigiu à mesa do ator pedindo que ele se acalmasse, o surto começou. Com o próprio aparelho celular em mãos, tendo a câmera apontada para o atendente, Brown disparou impropérios, chamando o rapaz de “molestador de crianças” e “Richard Ramirez” (nome de um notório serial killer).

“Vá para atrás de mim satanás”, gritou Brown. “Eu sou Jesus. Sai fora daqui, satanás, porra”. Quando a poeira baixou e ele caminhava rumo à saída, a ordem dos personagens desse surto mudou. Bastante confuso e perturbado, disse para todos os clientes do restaurante escutarem: “Desfrutem a noite, peço desculpas por foder tudo. Eu sou Orlando Brown, satã e filho de Lúcifer. Fodam-se todos.”

Orlando Brown tem um histórico triste de prisão, abuso de drogas e roubo. A detenção mais recente ocorreu em dezembro do ano passado, após ser acusado de violência doméstica (agressão contra o irmão). Ele se declarou inocente e cumpriu prisão domiciliar. Seu advogado chegou a solicitar que o ator passasse por uma avaliação mental.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!