MERCADO DA BELEZA

Amazon aprova série sobre magia (e podridão) da Glossier e de Emily Weiss

Best-seller do New York Times sobre a marca de beleza famosa é a base da trama
DIVULGAÇÃO
Emily Weiss, fundadora da Glossier
Emily Weiss, fundadora da Glossier

O Amazon MGM Studios comprou o direito de adaptar para a TV, em forma de série, o livro Glossy, best-seller do The New York Times que expõe o encanto e a podridão da Glossier, famosa empresa do ramo de cosméticos, criada pela girlboss Emily Weiss, a guru da beleza para os millennials. Autora da publicação, a jornalista Marisa Meltzer ouviu de investidores a ex-funcionários, além da própria Emily, para traçar o perfil da marca que chegou a ser avaliada em US$ 1,8 bilhão.

Inédito no Brasil, o livro Glossy: Ambition, Beauty, and the Inside Story of Emily Weiss’s Glossier (Glossy: Ambição, Beleza e a História Secreta da Glossier de Emily Weiss) foi lançado em setembro, nos Estados Unidos, e virou sensação porque traz em detalhes a ascensão de uma quase grife, com produtos beirando a exclusividade, que gerou um tipo de culto ao redor de Emily.

Daí, veio uma crise financeira braba, aliada à queda de vendas, forçando mudanças na cúpula. Fundadora, Emily deixou de gerir o dia a dia da empresa, saindo do cargo de CEO (diretora-executiva) em 2022. A Glossier passou a ser alvo de diversas denúncias, de racismo a ambiente tóxico no trabalho, tudo relatado no livro.

Atualmente, a marca Glossier não está na pior, registrando boas vendas. Mas agora seus produtos de beleza são encontrados na loja de departamento mais próxima…

Capa do livro Glossy
Capa do livro Glossy

A história de Glossier e Emily Weiss

O livro de Marisa Meltzer mergulha a fundo em “uma das marcas mais inovadoras no segmento de beleza”, de acordo com a prestigiada revista Forbes. A Glossier revolucionou essa indústria com sua marca sofisticada e abordagem única atrelada ao marketing de influência, tornando a empresa quase instantaneamente um rolo compressor, com fãs fanáticos fazendo fila para ter a chance de comprar seus produtos cobiçados.

De tabela, também ensinou a uma geração de líderes empresariais como falar com os clientes da geração Y e Z.

No centro de tudo está Emily Weiss, a sagaz ex-superestagiária da revista Teen Vogue que chamou a atenção no reality show The Hills, da MTV, disponível na Netflix

Ela criou o blog Into the Gloss, sobre o mundo da beleza, e provou que tinha visão, coragem e ambição. Dali surgiu a marca Glossier, em 2014. Ela habilmente transformou cada experiência, cada reunião em uma oportunidade para alimentar seu próprio sucesso pessoal. 

Juntamente com o seu estilo dispendioso e característico, e a sua visão singular para o futuro do consumismo, ela não foi detida. Como é que uma jovem sem qualquer experiência profissional real conseguiu entrar nos lugares mais chiques e privilegiados da alta sociedade? Ela é a única responsável por seu sucesso? E por que, oito anos depois, no auge da mania Glossier, ela renunciou?


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!