QUARTO DE SÉCULO

[25 anos] A busca por justiça e importância social de Law & Order: SVU

A mais nova temporada do drama policial e jurídico chega, nos EUA, nesta quinta (18)
DIVULGAÇÃO/NBC
Mariska Hargitay em cena de Law & Order: SVU
Mariska Hargitay em cena de Law & Order: SVU

A icônica série Law & Order: SVU vai passar 2024 inteirinho comemorando 25 anos. O começo dos festejos se deu em uma festa, na última terça-feira (16), que serviu de aquecimento para o lançamento da 25ª temporada do drama policial e jurídico, realizado nesta quinta (18), nos Estados Unidos. Atores da atração e da franquia falaram sobre o legado de SVU, destacando a busca por justiça e seu papel de grande importância dentro da sociedade.

O centro das atenções do evento foi, claro, a fabulosa Mariska Hargitay, que desde 1999 vive a indomável capitã Olivia Benson. A personagem é a líder da trama, com base na 16ª delegacia da polícia de Nova York, que age no lado sombrio do submundo da cidade investigando vários crimes dentro da órbita sexual, incluindo estupro, abuso de crianças, tráfico de pessoas, violência doméstica, etc.

Mariska destacou que tratar desses assuntos delicados semana após semana “é uma oportunidade incrível e importante de abordá-los de maneira respeitosa, da maneira que deve ser”, conforme disse em entrevista para o site The Hollywood Reporter.

Ao falar mais sobre o legado de Law & Order: SVU, a atriz chegou a se emocionar durante seu depoimento:

“Acho que estamos contando às pessoas histórias que não são contadas, que merecem ser contadas. Estamos abordando, com atenção aos detalhes, situações que deveriam ser mais debatidas em nossa cultura. A série alterou essa perspectiva. Portanto, é incrivelmente poderoso mudar a narrativa sobre como as pessoas sobreviventes [de crimes sexuais] são tratadas. [SVU] é uma série  importante.”

Peter Scanavino, intérprete do promotor público Dominick Carisi, ressaltou que Law & Order: SVU tem o marco único de “dar voz a pessoas que não tem voz.

Ainsley Seiger, a detetive Jet Slootmaekers da série spin-off Law & Order: Crime Organizado, deu um depoimento bem preciso sobre o que SVU significa:

[Law & Order] SVU existe em um mundo onde o trauma que as vítimas enfrentam, que as pessoas vivenciam diariamente na vida real, nem sempre é cuidado com diligência ou respeito. Acho que ver uma história na qual você sabe que o trauma das vítimas é tratado com delicadeza e onde lhe dizem que a culpa não é sua, é talvez uma das coisas mais importantes que poderíamos ver na TV.”

Octaviano Pisano, que vive o detetive Joe Velasco em SVU, completou destacando que o drama policial e jurídico vai além dessa questão de apenas retratar histórias difíceis e sensíveis. “São coisas que vemos no noticiário, que vemos pipocar em todos os cantos, mas simplesmente não há um ponto-final, um encerramento”, comentou. “Então eu acho que, de certa forma, a série oferece esse encerramento [na busca por justiça].”

Ainda não há previsão de estreia da 25ª temporada de Law & Order: SVU no Brasil. Os episódios inéditos estreiam, em primeira mão, no canal Universal.


Siga o Diário de Séries no WhatsApp

Acompanhe o Diário de Séries no Google Notícias

Siga nas redes

Fale conosco

Compartilhe sugestões de pauta, faça críticas e elogios, aponte erros… Enfim, sinta-se à vontade e fale diretamente com a redação do Diário de Séries. Mande um e-mail para:
contato@diariodeseries.com.br
magnifiercross
error: Conteúdo protegido!